A Ciência Logosófica

O ser humano, quando despertado pela consciência, clama, internamente, por verdades que lhe saciem a sede do saber superior. Sente, então, a necessidade de preencher o vazio interno, produzido pela falta de realizações nesse sentido e pelo desconhecimento dos verdadeiros objetivos da vida.

A  falta de uma orientação segura com relação a esses aspectos, o tem levado a se projetar para fora de si mesmo, e dessa forma é praticamente impossível vincular-se com o próprio interno e tomar contato com a natureza superior ou espiritual. Por causa desse desvio, sofre as consequências que tanto o deprimem e angustiam.

Para solucionar os problemas enfrentados pelos seres de um modo geral, a Logosofia, criada pelo humanista e pensador Carlos Bernardo González Pecotche instituiu, como ponto de partida, a superação individual por meio de um processo de evolução consciente que ensina a conhecer a si mesmo, os sistemas mental, sensível e instintivo, o mundo transcendente, as Leis Universais, o próprio espírito e o Criador.

Podemos observar, por meio das realizações  humanas, que o homem somente consegue superar-se e evoluir conscientemente, ao eliminar suas crenças, preconceitos, deficiências psicológicas e quando começa a pensar por si mesmo, ao fazer uso da função de pensar, o que contribui para eliminar as causas que o induzem ao erro e  integrar na consciência os conhecimentos superiores adquiridos , destinados a atender as suas necessidades espirituais.

Lacemar

Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica:

www.logosofia.org.br