A criação de uma nova individualidade

Ao tomar contato com a Fundação Logosófica, senti o despertar de muitos anelos de superação que se encontravam adormecidos dentro de mim e, para concretizá-los, procurei conhecer a minha realidade interna que não era a que imaginava. Teria que eliminar a parte negativa proporcionada pelos preconceitos e pelas crenças que bloqueavam os meus sistemas mental e sensível e eliminar o mal existente em mim, por meio da minha própria redenção. Para alcançar esse objetivo, deveria substituir a parte negativa por virtudes e a superação de conceitos que me permitissem elaborar uma nova vida bem superior à antiga.

Com os novos elementos proporcionados pela Logosofia, aos poucos vou desenvolvendo as minhas faculdades mentais e sensíveis, o que tem produzido mudanças psicológicas, de conceito e de conduta, com as quais vou dando una nova direção ao meu destino.

Pude comprovar que a inflexibilidade mental produzida pela crença dogmática, acumulada desde a infância, impediu-me de fazer a confrontação dos novos elementos proporcionados pela Logosofia com os antigos que já se encontravam enraizados na minha mente.

Baseado na minha observação e na experiência comprovei, também, que o estudo teórico não produz nenhuma vinculação com o interno do ser humano, uma vez que o leva a projetar-se sempre para fora de si mesmo.

Um dos principais objetivos da Logosofia é ensinar o ser a pensar por si mesmo; é a única forma de superar-se e de evoluir com a participação da consciência, para evitar a inculcação, em sua mente, de elementos contrários ao seu aperfeiçoamento.

Lacemar

Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica:

www.logosofia.org.br