A LOGOSOFIA ABRE PARA O SER HUMANO AS PORTAS DE UMA NOVA CIVILIZAÇÃO

Para resolver o problema da humanidade, a Logosofia instituiu, pela primeira vez na história dos seres humanos, como ponto de partida, a superação individual, através do processo de evolução consciente. A única solução, porque, pelos meios utilizados até hoje pelas culturas antiga e atual, incluindo as crenças de um modo geral, levaram o homem sempre a formar um conceito falso de si mesmo, isto é, muito diferente da realidade que o levaria a atender os verdadeiros objetivos da vida.

O ser humano. à medida que vai se superando e evoluindo, clama, internamente, por verdades que lhe saciem a sede do saber superior, para que possa criar, dentro de si, a felicidade tão ansiada e consiga a orientação segura de um caminho que o conduza ao seu Criador.

A falta de uma orientação neste sentido, tem levado o homem a projetar-se sempre para fora de si mesmo e, desta forma, é impossível vincular-se com seu interno e desenvolver o seu mecanismo mental, o qual vai propiciar-lhe condições de conhecer a sua realidade e depertar a sua consciência para os aspectos transcendentes da sua existência.

O pensador e humanista – Carlos Bernardo González Pecotche, criador da logosofia, veio, numa época oportuníssima, proporcionar ao ser, através do processo já mencionado, o caminho que o possibilitará superar-se, evoluir com a participação da consciência e prosseguir sua marcha em direção aos grandes mistérios da Criação e do Criador.

Sinval Lacerda

Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica:

www.logosofia.org.br