Amigo de Verdade

Amigo!
Hoje, lembrei de você.
Lembrei dos momentos juntos,
Dos momentos ausentes,
Das conversas ao vento,

Sinto falta…
Da tua doce voz.
do teu sorriso belo e franco…
da tua mão segurando a minha
quando  escorria o meu pranto.

Onde estás amigo?
Em que Estrela ou dimensão te encontras?
Quero revê-lo… toca-lo… repousar em teu colo…
voltar a dizer baixinho, só para você…
Te amo, amigo meu!

Eu Imaginei…

Sabe aquele olhar de carinho?
Foi pura imaginação…
Inventei uma viagem sem caminho,
Para fugir da solidão!

Foi sonho as carícias trocadas,
O profundo beijo que não ganhei
As juras de amor sussurradas,
Foi vontade que inventei.

Criei o vazio que me envolve,
Das horas que do teu lado não fiquei.
Quantas respostas sem perguntas,
Para o espaço eu retruquei…

Dormi noites acordada,
Rolando no vazio dos teus braços,
Imaginação, invenção… Tudo por nada
Onde deveria estar você, só consigo ver espaços.