Aprisionado ser apático.

Sucinta análise de um termo recentemente utilizado no cotidiano, apolitico; questionando as visões politicas atuais enquanto propõe um novo parametro do quadro político baseado no autor comtemporaneo e cientista social renomado, Albert O. Hirschman e sua definição de saída e voz (contidas nas obras citadas no texto).
O artigo é uma exclusiva opinião do autor com os respectivos créditos as ideias que o inspiram, como tal está sujeito à discordâncias e discussões.

História do cinema: O início

Estudo realizado sobre a história do cinema. Análise bibliográfica de quatro autores sobre cinema. Tem como objetivo entender os processos que culminaram no cinema que conhecemos hoje. O cinema surgiu após diversos esforços científicos realizados desde o século XVI. No século XIX os esforços científicos resultaram em sequências de fotos em discos. Tinha como objetivo estudar o que não podia ser feito a olho nu. Até a Primeira Guerra Mundial o cinema era mais produzido na Itália e França. O cinema falado surgiu após a primeira guerra, época em que se destacou o cinema hollywoodiano. Atualmente o cinema é visto tanto como arte quanto como forma de diversão, isso se deve devido a todos os caminhos perpassados até resultar no cinema atual.

Não basta ser patrão, tem que participar!

A participação estreita e ativa dos gerentes no bom desempenho de seus subordinados é uma tendência favorável a uma mudança de cultura organizacional capaz de elevar os níveis de satisfação das pessoas, direcionando-as à busca pelo desenvolvimento pessoal e profissionale transformando os sonhos de valorização do trabalho em uma realidade de valorização de talentos.