Assuntas gostar de ti?

Assunta-me se gosto de ti?

Gostar é muito pouco,

Amar não é suficiente,

Venerar chega perto,

Mas, não o bastante,

Preciso merecer-te.

Apieda-te de mim,

Não retire tua graça,

Cubra-me com tuas asas,

Sou pequenino e o mundo assusta-me,

Apavora-me o globo sem tua presença,

Quero servir-te com lealdade desmedida,

Render-te graças ao alvorecer,

Bendizer-te na calada da noite,

Viver em vigílias para que não se distancies,

Preparar teus caminhos com pétalas de rosas,

Cuidar que não tropeces em pedra alguma.

Minhas vestes estão alvas,

Imolei meu ego em sua honra,

Purifiquei-me no Ganges,

Então…

Deixa-me lavar teus pés com ungüento balsâmico,

Permita-me adentrar teu átrio como convidado,

Deixe cair o véu que nos separa,

Conceda-me aquecer seu leito,

Deita-te ao meu lado sem temores,

Favoreça-me em provar tua carne tenra,

Derramarei lágrimas contidas de amor,

Lavarei teus seios formosos com elas,

Não recuses um mergulho em seu regato,

Nem descansar na sombra dos teus braços,

Convida-me a viver no oásis do teu Amor,

Fazer morada eterna contigo.

§D§