Como Reduzir Custos na Minha Empresa

Custos são como cabelos e unhas, devem ser cortados todo mês, porque se não fizer isso, a tendência é eles crescerem e ficarem cada vez maiores. Infelizmente maus hábitos no uso do dinheiro e recursos acabam por arruinar nossa vida financeira. O importante é ter controle sobre o nosso dinheiro e recursos, mas para se possa atingir este objetivo, temos que passar por uma verdadeira re-educação de nossos hábitos, criando desta forma hábitos úteis que favoreçam o controle total sobre nossos gastos.

A Redução de Custos começa primeiramente com um bom planejamento, nele, faremos uma lista dos itens que devem ser cortados, começando do mais prioritário para o menos prioritário, é verdade que nem todos os custos podem ou devem ser cortados ou mexidos, mas podem ser ao menos minimizados.

Regra no. 1 da Redução de Custos: Comece cortando pequenos gastos, porque na maioria das vezes eles passam despercebidos e com o tempo se acumulam e fazem grande impacto no orçamento.

Verifique o que realmente é importante para sua Empresa neste momento, descarte gastos superficiais ou que não trarão nenhum benefício imediato.

A seguir algumas dicas para valorizar o seu dinheiro e evitar despedícios:

Telefone

Verifique se realmente há necessidade de ter 03 ou 04 linhas telefônicas na Empresa. Monitore o tempo e conteúdo das ligações. Caso ache necessário, instale um gravador telefônico nas linhas, hoje em dia não custam caro e apresentam uma boa economia e controle das ligações na Empresa.

Verifique se a operadora de telefonia atual está cobrando muito alto nas contas telefônicas, se tiver, migre para uma operadora de telefonia que cobre mais barato ou que ofereça planos melhores, agora podemos mudar de operadora conservando o número do telefone (Portabilidade).

Materiais

Evite desperdícios de materiais ou providencie a venda dos insumos não utilizados, descubra novas formas de fazer os trabalhos economizando materiais.

Funcionários

Monitore seus funcionários (mesmo à distância), funcionários monitorados trabalham melhor e produzem mais. Caso ache necessário, instale câmeras de segurança nas dependências da Empresa, atualmente acha-se na maioria das lojas de informática e não vão custar tão caro como antigamente e ainda é possível monitorar sua Empresa de qualquer lugar via internet.

Bancos e Cartões de Crédito

Evite-os, tente se acostumar a trabalhar somente com seus recursos do fluxo de caixa, porque somente ele é a realidade financeira da sua Empresa. Esqueça: Financiamentos em Bancos, Cheque Especial, Cartões de Crédito, deixe para usá-los apenas em casos de extrema necessidade.

Preços Praticados

Ofereça descontos para pagamentos à vista em dinheiro. Diminua os prazos dados para pagamentos (recebimentos), aprenda a praticar preços menores concedendo prazos mais curtos.

Habitua-se a negociar seus prazos de pagamento (contas a pagar) com prazos mais longos, em contra partida procure encurtar seus prazos de recebimento (contas a receber).

Fornecedores

Avalie o melhor  Custo X Benefício dos seus fornecedores, mas cuidado com a qualidade, porque o barato demais pode sair muito caro.

Marco Antônio dos Santos
Administrador e Consultor de Empresas
Site: www.marcoantonio.adm.br
Blog: mrc-adm.blogsport.com