Condor Airlines

Sou viajante e sei que, como eu, muitos clientes de Cias. aéreas são prejudicados todos os dias e que não existe no Brasil alguma entidade que efetivamente nos ajude a solucionar os problemas (já que a ANAC é uma piada, meu processo está até hoje “em providência”).

Em abril, comprei uma passagem pela Condor só de ida para a Suíça, região onde vou morar por pouco mais de 1 ano. Nesta passagem, veio impresso que o máximo de bagagem permitido era de 20kg. Logo entrei em contado com a Cia. para explicar que havia algum erro, afinal, todo vôo internacional saindo do Brasil dá direito a 2 malas de 32kg, independente da Cia. Só recebi e-mails padronizados como resposta. Quando estava próximo da data da viagem, comecei a me preocupar. Escrevi novamente à empresa dizendo que a resposta deles estava errada e que deviam analisar melhor meu caso. Recebi uma resposta dizendo que devia entrar em contato com cada uma das Cias. aéreas com as quais iria voar (eram 3 vôos com 3 Cias. diferentes). A Gol e a Swiss não me causaram problema nenhum e inclusive me ajudaram com argumentos contra a Condor, dizendo que eu estava certa e indicando-me sites de onde poderia tirar mais argumentos.

Um dia antes da viagem, passei 1 hora no telefone com o atendimento ao cliente da Condor na Alemanha, pois a Cia não tem escritórios no Brasil. Cada atendente ficava mais atrapalhado que o outro, ninguém sabia o que me dizer além de que a Cia. não permite mais de 20kg. Ao dizer para um dos atendentes que eu estava me mudando para a Europa e por isso não tinha comprado um vôo de volta (aparentemente este era o problema, se eu tivesse um vôo de volta poderia levar mais bagagem), cheguei a ouvir um “oh-oh (silêncio!)”. No fim, sabendo que eu não conseguiria mudar meu bilhete (os atendentes das outras Cias. foram bem claros que eu tinha direito a mais bagagem, mas precisava mudar o bilhete), resolvi perguntar como fazer para levar bagagem extra. O atendente disse que eu precisaria pagar 100,00 Euros para levar mais 10kg e que deveria pagar naquele momento, pois não seria permitido no aeroporto e eu teria que deixar a mala. Tentei argumentar dizendo que não achava certo ter que pagar antecipadamente, antes de pesar as malas, mas não houve acordo.

Ao chegar no aeroporto, fiz meu primeiro check-in com a Gol. A atendente me informou que as malas iam direto para a Suíça e que estavam abaixo do peso permitido, pois eu tinha direito a 2 malas de 32kg. Perguntei o que fazer sobre o excesso de bagagem que já estava pago e ela disse que a Condor havia me enganado, que não havia excesso de bagagem e que o check-in não era nem feito com eles, então não havia porque pagar para essa Cia. Ela disse para eu procurar algum escritório da empresa em algum dos aeroportos para pegar meu dinheiro de volta, que era de meu direito. Lógico que não achei nenhum escritório e tive que voltar a comunicar-me com eles por e-mail desde que cheguei na Europa. Óbvio que só recebo respostas automáticas desde então, dizendo que eles sentem muito pelos acontecimentos e que meu processo está sendo avaliado. Isso já faz quase 2 meses.

Por esse motivo, resolvi alertar outras pessoas que, como eu, estão sempre à procura de passagens aéreas promocionais e acabam pagando caro por tentar economizar dinheiro. Não recomendo a Condor a ninguém não apenas porque estão me devendo 1/3 do meu salário mensal, mas também por causa do péssimo serviço de atendimento ao cliente tanto por telefone, e-mail ou nos aeroportos. Esta é uma daquelas Cias. que, por mais barato que esteja, ainda assim não valem todo o transtorno.