Decisão quase impossível

ANÚNCIO

“A sociedade assim foi moldada e assim continuará!”. Esse é o lema de muitas pessoas. Mas qual a verdade? A sociedade foi moldada ou ela moldou o homem? Independente da resposta, muitas pessoas simplesmente acham que ela é essencial para que continue o nosso desenvolvimento e principalmente nossa sobrevivência. Mas existem as pessoas que simplesmente preferem analisar e usar, os psicopatas.
É interessante ver o quanto tem função a sociedade, a sua moldura, o modo de cada divisão social agir em torno de fatos mundiais, todos respeitando e seguindo sua própria cultura. Apesar de diferenças entre as culturas, elas apresentam semelhanças que são bastante óbvias, mas atrativas para discussão. Observer as pessoas em seu ritmo normal de trabalho e rotina, as multidões caminhando pelas ruas e a reação de cada uma a determinado fato que ocorre a sua volta; são essas simples atitudes que fazem delas o combustível da alienação social, tornam-se parte de uma sistema monótono que apresenta erros grandes o suficiente para prejudicar o seu próprio propósito.
Não há como negar, a alienação social afeta todas as pessoas que vivem em sociedade, todos nós estamos sob os efeitos da alienação social e com toda certeza se estivermos sob efeito desta alienação estaremos dentro das “normas” para conseguir a “felicidade pessoal” imposta na idéia da sociedade, mas o que determina uma pessoa ser apta a adentrar à vida social é a capacidade sentimental. Esta é a capacidade que aparentemente todos possuem, porém existem algumas poucas pessoas que possuem uma certa limitação desta capacidade, porém sobresaem podendo analisar os conceitos socias, contradizé-los, usá-los e modificá-los a cerca de sua análise social; são os insubestimáveis psicopatas.
Psicopata é indivíduo que apresenta personalidade desenvolvida a cerca dos momentos da vida, cuja apresenta características gerais diferentes dos outros indivíduos. Normalmente eles apresentam características como ausência condições sentimentais e principalmente em consequencia à característica anterior podem analisar o modo social que está a sua volta, isso faz dele um indivíduo capaz de modificar a situação social em que ele convive. Ele analisa os conceitos e modos em que ele vive a cerca de sua vida e é capaz de modificar as situações próximas dele a partir de seu conhecimento social desenvolvido. Considerando essa capacidade, ele é o indivíduo perfeito que quebra a alienação social, não totalmente(pois está em contado com a sociedade), mas é a peça fundamental de estudo para compreender as conspirações sociais, como seus interesses, determinações e ideiais, porém mais a fundo e de modo “livre” das condições sociais. Até então o ser humano só vee a sociedade superficialmente e não vee o que ele pelo menos ainda não é capaz de ver, para intender a sociedade temos que ver além do que a “sociedade” nos determina a ver.
Enquanto o ser humando se manter na monotonia social vai continuar desenvolvendo, porém vai manter-se inapto a conseguir o intendimento considerável desta ciência  surpreendente fruto do desenvolvimento natural e da inteligência humana, mas ao fim para os mais radicais, isto não passa de uma decisão impossível.

ANÚNCIO