Descubra agora o seu maior inimigo no amor

Uma das coisas que me deixam muito preocupado é a realidade que muitos enfrentam de não tomarem iniciativa de aumentar a sua qualidade de vida no que diz respeito as relações afetivas, sendo que é possível sim qualquer pessoa, por mais fracassada que seja, conseguir um maior potencial de qualidade de vida afetiva.

O ser humano é feito de hábitos, e os hábitos surgem com as primeiras atitudes que você toma sobre qualquer tipo de coisa que pensar. Se uma situação é nova para você todas as atitudes que pensar e todos os pensamentos que tiver serão o modelo que o seu cérebro usará da próxima vez que estiver diante de situação idêntica.

Com certeza você não se lembra de como foi passo a passo o seu processo de aprendizado quando saiu do engatinhar para o andar, mas com certeza eu posso te assegurar que foi a partir do seu primeiro pensamento de como parar em pé e colocar um pezinho a frente do outro que você construiu todo um sistema de como caminhar sobre as duas pernas, hoje para você é simples andar, mas e naquela época enquanto você era criança?

Assim é a nossa vida afetiva, primeiramente não sabemos como relacionar a um nível tão intimo com a outra pessoa, precisamos dar o primeiro passo, isto é, precisamos criar as primeiras impressões e a partir das primeiras impressões é que formamos o nosso sistema que aplicaremos toda vez que desejarmos ter um relacionamento mais intimo com alguém.

O grande problema reside no fato de que fazemos tanta questão de criar um sistema errado e somos tão preguiçosos que preferimos andar de costas ou engatinhar do que andar para frente e sobre as duas pernas.

Grande parte das pessoas são acomodadas com os seus defeitos e falhas, preferem contrair para si somente relações conturbadas e problemáticas do que dedicar-se a aprender como fazer o certo.

Se a partir da leitura deste artigo você sair da sua zona de conforto e colocar-se na condição de criança, pronta para de coração aberto aprender a andar em direção a felicidade, você conseguirá somente com esta atitude fazer uma revolução em sua vida.

Da mesma forma de quando você começou a andar, você terá alguns tropeços, cairá e sentirá vontade de chorar e de pedir colo, mas lembre-se você não desanimou e hoje você consegue até correr.

Use o mesmo sistema de aprendizado para conseguir andar em direção a felicidade, pois se você adquirir o habito de buscar a felicidade, você fará da felicidade um hábito.

Atenciosamente;

Hudson Sander