Desigualdade de Generos

“Uma vida não basta ser vivida. Ela precisa ser sonhada.” Mário Quintana

Essas mulheres e seus legados… Atravessaram épocas com a narração metódica de fatos ocorridos em suas vidas, construíram costumes e hábitos, lutaram pelos seus filhos e filhas, irmãs e comuns do gênero, morreram intrépidas, cansadas de suas jornadas duras, abnegadas  e  nunca menos ternas,os relatos das bravuras são repletos de detalhes como tudo no universo feminino.

Abençoadas, amaldiçoadas… Consideradas perdidas por subverter a ordem tida como normal ou assim apregoada pelos detentores do poder, sua obstinada firmeza de objetivos caminhou sobre a terra desde os primórdios até os dias atuais, construtora histórica do mundo moderno onde as mais guerreiras mulheres em seus embates são merecedoras de menção de seus triunfos ou batalhas por elas engendradas.

Quiçá seja pela docilidade que é integrante de sua alma, os poderosos lhe deixaram em condição de inferioridade, minimizar aquela que detém tamanha força, em favor de uns e detrimento de outros, em nome de Deus esmagar o gênero, tal sexismo é o pai de todos os preconceitos como o de raças, etnias, religiões e homossexualismo. Ainda busca-se explicação para justificar comportamento desta natureza.

No escopo das mulheres muitos movimentos sociais com intuito de atingir crianças, homens  e delas mesmas em prol do bem comum, sua filantropia e aspirações de modificar as condições a que eram submetidas,a resistência oferecida em aceitar silenciosamente tais regras  traz a tona nomes  de importância  extraordinária, relevância salutar de seus feitos, alguns mais eficazes que outros,porém todos serviram de marco para balizar e incrementar novos  projetos  de novas  heroínas. As mais brilhantes obras sobre a trajetória feminina e suas autoras, em quadros comparativos por épocas diferentes abordadas de forma imparcial, de territorialidade variada, com culturas diferentes, o que leva a desenrolar histórico diferenciado.

Os verdadeiros movimentos feministas demonstraram sua força em meados do século XIX, marcaram com doses de inteligência e puderam contar com a colaboração inexpressiva masculina, no ocidente e no oriente,  diferentes foram os progressos, mas em ambos lados a busca nunca deixou de existir, e em nosso século, cada vez mais fortificado  pelos  Direitos Humanos Fundamentais, e pela evolução tecnológica que trouxe a tona uma nova e abrangente realidade em  um contexto mundial onde a grande maioria dos países é observador,e a luta pela construção da igualdade de gêneros  se solidifica. As mulheres atingiram sua glória na 2ª guerra mundial. Quanto sofrimento, a história registra, de mulheres que buscaram ardentemente exercer a cidadania participando da vida de seus países. Porém, como a história não pára, pois através de perspicácia e sutileza as mulheres, ao quebrar regras, superaram essa visão de que o movimento feminista era algo separatista, sectário e designado a aumentar as desigualdades entre sexos.

As premiações anuais de valor, que elegem os melhores profissionais em setores da economia através da escolha  feita por um júri composto por um grupo de empresas do mercado de “headhunting” nacional e internacional, nenhuma mulher foi premiada até  este ano, quando surgiu a primeira, certamente não por discriminação do júri, mas porque elas são escassas no mercado de executivos, essas estimativas demonstram claramente o quão  minoritárias são as elas  diante do mercado de trabalho,e a última pesquisa do IBGE mostra o rosto das diferenças por gênero de nosso país.

Se durante o passar dos séculos tamanha foi a colaboração das mulheres, o seu espírito empreendedor  fora o causador de alavancados progressos humanitários e sua contribuição em momentos aflição extrema, cuja atividade reergueu países inteiros,e com  o retorno do equilíbrio seu lugar novamente aviltado em favor dos homens, qual  explicação para justificar o comportamento generalizado impondo as mulher um lugar inferior social,em salários, titulações, créditos, entre outros? Qual o rumo para concretizar a igualdade de gêneros? A quem interessa tal diferenciação?

Desde os primeiros relatos sobre a evolução do ser humano, sua trajetória, marcas e demonstrações exteriores de suas intenções ou pensamentos, restaram registrados  paredes de cavernas,retratados em obras  artísticas e construções, sempre revelando o verdadeiro sentido que é concebido a figura do sagrado, do feminino e do masculino, suas aflições  e desejos. Pode ser observado o tanto que o mundo real e o imaginário convivem, tal simbolismo lhes impõem  regras ao passar dos anos, as premissas lógicas e implicadas levam a uma terceira  conclusão sobre a forma como deve ser conduzida a vida. Vida esta que passa por fases que de inicio muito respeitadora do espaço de cada individuo, de igualdade, sem nenhum resquício de sexismo, assume formas de competição, deixando transparecer um comportamento  de busca por uma ascendência dos iguais de gênero.A porfia não tem o ímpeto de demonstrar quem é mais competente, mas aquele que tem mais força física, levando a inferioridade quem deveria ser  complemento e integrante de mesmo grupo, equiparando-se aos iguais.

Cruzando a linha do tempo, as lutas empreendidas pela valorização das mulheres, a busca constante para demonstrar que suas habilidades e grau de inteligência eram consideráveis e podiam ser de valia para construção do mundo, aos poucos foram tendo expectativas atendidas de forma muito discreta, e é  pelos movimentos  sociais  que demarcaram atribuições  de seu arrojo e ousadia chegando a ter reconhecido sua valia para com o mundo moderno, mesmo que em tímidos números, mas que, para obter o intento almejado necessitaram de produzir embaraço e perturbação na sociedade.

Assim, observando a longa jornada empreendida pelas mulheres em prol de uma situação que lhes permita viver com dignidade e diminuir progressivamente o preconceito que é imposto desde o nascimento, traços étnicos, situação social e cronológica.É necessário que seja conscientizada toda sociedade e mostrar  quão audaz foi figura feminina ao longo dos anos, e acender suas expectativas  para um  futuro melhor e suas novas gerações.