Diferenças entre cristãos e cristãos

EM QUE SOMOS DIFERENTES DE JUDAS E DOS SECTARISTAS?
Assim disseram: “Fiquei indignada com aquele que se diz pastor, mas anda com um carrão, tem um casarão, e os pobres tudo necessitados; resolvi abrir um ponto de oração para que ali eu pudesse recolher o dízimo para poder levar alimentos e demais artigos de primeira necessidade para os necessitados. Eu também precisava saber onde aquele pastor empregava o dinheiro arrecadado na igreja, pois eu não via isso, não sabia o que ele fazia do dinheiro. Agora eu sei para onde vai o dinheiro porque agora eu tenho minha própria igreja e sou eu quem administra ela (sic).” 

Atualmente, a autora dessas palavras está devendo dinheiro há bastante tempo a uma pessoa que cuidou de sua beleza no salão onde ela proferiu aquelas palavras. A cabeleireira indignada com aquela que se dizia pastora disse que vai descobrir onde ela está (seu ponto de pregação não existe mais) e vai lá para cobrar o dinheiro que é seu por direito e do qual ela precisa para arcar com suas despesas.
Em que a nossa salvação provém da graça de Deus, em quem somos perdoados (Mq 7:18,19). “Eterno Deus tua misericórdia, tão grande e rica sem variaçãoTeus atributos só traçam concórdia, porquanto és vida, luz e compaixão…” Ter o cuidado de não se perder em meio ao reino de Deus – pensar que está agindo em favor do reino de Deus, mas na verdade mesmo sem perceber, está fazendo pelo próprio ventre. Ter cuidado para não perder a salvação que é gratuita e não por mérito. Conforme Miquéias 6:6-7, se a salvação pudesse ser assim comprada, por meio do oferecimento de bens materiais em propiciação pelo pecado, toda a humanidade estaria lutando pela salvação. Mas a verdadeira salvação é uma submissão de espírito. O que Jeová exige aplica-se a todos os homens em todos os tempos, perpétua e imutavelmente: 1. Que pratique a justiça – viva corretamente em relação ao seu próximo, na sociedade, política e negócios;2. Que ame a misericórdia – exiba benevolência incessante que se observa em Jeová e vem dele; 3. Que ande humildemente com o teu Deus – tenha humildade e devoção para com Deus através da fé. Tais sacrifícios – de atitudes corretas e caráter honesto – são aceitáveis a Jeová. Qual é a base do ministério?Judas era tesoureiro – Jo 12:6; Mt 26:6-13; Mc 14:3-9O interesse para com o pobre é desmascarado por Jesus como artificial. O Senhor nos mostra a verdade para não ficarmos sob o jugo do inimigo. Jesus sempre nos revela a verdade, seja falando conosco diretamente ou através dos outros; por isso, devemos estar sempre atentos à sua voz inconfundível.Para os que andam retamente, as palavras de Deus são agradáveis; para os que rejeitam o conselho do Senhor, suas palavras são desagradáveis. Devemos nos recusar a ouvir a palavra de Deus seletivamente. Deus cessará de falar por meio de revelação a líderes que se tornarem mercenários em seu ministério: 1. Nunca pormos um preço ao nosso ministério; 2. nunca seduzir enganosamente as pessoas para elas se tornarem nosso suporte financeiro, usando para isso manipulação psicológica ou espiritual; 3. nunca usar a nossa posição ou poder indevido em favor de si mesmo.

10:24:15 . 19 Abr 2011