Educação e adolescência: como transpor este conceito?

Educar um filho é com certeza mais um desafio da vida, tanto de um pai, como de um professor, mas um importante desafio que acaba por resultar em crescimento moral para os jovens.

Os conflitos e discussões, ainda que sejam freqüentes, não têm a ver com a personalidade dos pais nem com a deles.

Quando jovens, há sem dúvida uma necessidade deles se tornarem independentes e construírem seu próprio projeto de vida.

O grande problema, é que em grande parte não se educa na adolescência.

A criança pode e deve ser educada nos primeiros anos de vida, que é a fase em que devem ser impostos os limites, porém se a criança cresce sem nenhum senso de limite, com certeza não os acatará na adolescência.

Outro fator que provém a ausência educacional são as mudanças do mundo. Atualmente, tudo está liberado demais e realmente não saberemos onde vamos parar, qual será o futuro do Brasil.

Temos que ter consciência, tanto pais como educadores que educar adolescentes implica um amor redobrado, tanto pelo ser humano como pela profissão, e essa consciência de dar a importância dos limites e do direcionamento de suas conquistas para a vida, projeta ao adolescente o principal fator aqui discutido, uma boa educação.