Enfermeiro e a luta pelo mundo

Nosso mundo tem mudado, nossas crenças, nossos valores, nossas idéias tudo esta em constante evolução, isso é um fato, uma vez que somos seres humanos com o privilegio de raciocínio, esse privilegio nos tem levado as tamanhas façanhas, como ir a lua, andar por baixo dos mares redescobrir o código da vida e mutalo conforme nossas  necessidades, essas descobertas são imensamente válidas, pois nos proporcionam inimagináveis conhecimentos. Porém, existe uma classe que evolui constantemente, mas mantém como fundamento de sua profissão um dos pilares de toda a sociedade, o cuidar, o enfermeiro, técnicos e auxiliares de enfermagem são os detentores dessa tecnologia que se aprimora a cada novo dia, com dedicação, carinho, empenho, empatia, conhecimento ou curiosidade, nossos cuidados não dependem de maquinas, não depende de tecnologia, não depende de dinheiro, basta ser enfermeiro de coração e dedicação pelo que faz.

Arte do cuidar é milenar e a enfermagem usa esse instrumento para prestar uma assistência de qualidade a diversos populações, engana-se aquele que pensa que o nosso cuidado é baseado em deduções, esta enganado, o nossos cuidados são baseados em anos de conhecimentos, pesquisas e observações, somos enfermeiros que necessitam constantemente de educação continuada para prestar um assistência adequada aos nossos clientes.

Nossa profissão é muitas vezes silenciosa, não aparecemos, somos confundidos com outros profissionais, apesar da dedicação ao trabalho os louros não chegam facilmente até nós, basta um erro para que sejamos taxados como profissionais desleixados, mas esquecem que plantões de 12 e 24 horas são comuns, esquecem que para ter um vida mais digna a classe de enfermagem precisa de dois ou mais empregos, se esquecem que outras classes principalmente da saúde também erram e mesmo assim são visto como Deuses, não queremos piedade, queremos valorização, o dia que um enfermeiro puder trabalhar somente em um turno, acreditamos que essa realidade irá mudar, pois do que adianta a o remédio sem alguém para administrá-lo, do que adianta a sonda vesical sem alguém para passá-la, do que adianta a noticia ruim sem alguém para confortar, somo enfermeiros, com orgulho, como dedicação e com amor.