ESSÊNCIA DESCARTÁVEL

Somos livres para ir e vir, cabendo a nós o caminho a seguir. Claro que tudo depende dos anseios, ambições e desejos que temos, mas estes são influenciados e até mesmo escravizados pelas informações e o meio em que vivemos.

Impulsos irracionais são conduzidos ora por uma propaganda na revista feminina, ora no motor envenenado de uma Ferrrari que trilham o caminho do materialismo e do status social.

Somos manipulados e induzidos a atingir sempre um degrau mais elevado do padrão de vida, gerando um consumo latente e insatisfação natural. Sentimentos se tornaram etiquetas, estar triste é démodé e a beleza de tudo está no seu valor monetário.

O capital tomou conta dos mais puros e raros valores morais tornando a essência de tudo descartável, como máscaras e fantasias que fazem parte do figurino para atuar como co-adjuvante na pervertida novela social.

Só saberemos o que é suficiente quando for tarde demais.

Mario Silvestri Filho