Fortalece Aos Teus Irmãos

FORTALECE AOS TEUS IRMÃOS

(Lucas 22.32)

Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; tu, pois, quando te converteres, fortalece os teus irmãos.

Preâmbulo: Ha uma promessa que diz que Deus fortalece, ela se encontra em Isaias 40.29 Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Existe uma Ordem de nós Fortalecermos os nossos irmãos. Certos pregadores que ao ver o seu irmão pecar e cometer erros, o condenam severamente. Venho pedir em nome de Jesus que pare de Condenar o teu irmão, pois ele se encontra dentro de outra promessa de Romanos 8.1 Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.

Fortalecer é um verbo imperativo, uma ordem, uma tarefa missionária para aqueles que já se converteram, não deixa também de ser uma prova de que o amor de Cristo esta na sua vida.

I – FORTALECE AOS TEUS IRMÃOS – MISSÃO DE PEDRO

  1. Pedro foi o mais destacado dos discípulos: Pode participar de milagres como caminhar sobre as águas. Teve o privilegio de saber e ouvir diretamente de Jesus, tinha rogado ao Pai para que sua fé não desfalecesse.
  2. Pedro cometeu vários erros: Usando a espada para defender Jesus acabou cortando a orelha de Malco. Negou a Jesus três vezes numa mesma noite.
  3. Depois de convertido teve a missão de fortalecer seus irmãos: Suas experiências com a fraqueza serviu para fortalecer seus irmãos na fé.
  4. Como posso hoje fortalecer os meus irmãos. Fisicamente e espiritualmente, você pode realizar algumas tarefas missionária tais como: Dando de comer, curando as feridas do corpo e da alma, suportando as fraquezas dos teus irmãos e salvando-os.

II – FORTALECE AOS TEUS IRMÃOS – DANDO DE COMER

  1. Foi uma responsabilidade aos discípulos: (Mt 14.16) Jesus, porém, lhes disse: Não precisam retirar-se; dai-lhes, vós mesmos, de comer. Os discípulos haviam proposto despedir a multidão, para que fosse comer em casa. Jesus responsabilizou os discípulos de dar a comer a multidão. Felipe (e não Judas) calcula que com 200 denários não alcançaria. (Jo 6.7) André acha um menino com cinco pães de ceva e dois peixinhos. (Jo 6.8,9)
  2. Fazendo ao teu irmão, estas fazendo a Jesus: (Mt 25.42-45) Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver-me. E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos? Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer.
  3. Fazendo ao pobre tens uma recompensa: (Lc 14.13,14) Antes, ao dares um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos; e serás bem-aventurado, pelo fato de não terem eles com que recompensar-te; a tua recompensa, porém, tu a receberás na ressurreição dos justos.
  4. Até o fato de dar um copo de água, é registrado no céu: (Mt 10.42) E quem der a beber, ainda que seja um copo de água fria, a um destes pequeninos, por ser este meu discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão.

III – FORTALECE AOS TEUS IRMÃOS – CURANDO SUAS FERIDAS

  1. É uma tarefa missionária difícil: (Mt 10.8) Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça dai.
  2. É uma tarefa missionária indenisatória: (Lc 10.35) No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar.
  3. 3. As feridas podem ser na alma: Devemos fazer o mesmo que fazia Jesus: (Is 61.1-3) O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória

IV – FORTALECE AOS TEUS IRMÃOS – SUPORTANDO SUAS FRAQUEZAS

  1. Recomendação do apostolo Paulo: (Rm 15.1) Ora, nós que somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e não agradar-nos a nós mesmos.
  2. Debilidades dos novos sim, dos antigos, não: Essas debilidades são as dos novos convertidos, aqui ainda não conhece bem a praticas, as normas, nem mesmo o poder de Deus, mas para crentes velhos que ainda estão apresentando debilidades precisam ser corregidos em nome de Jesus.
  3. Não podemos ser cúmplice do obras infrutuosas: (Ef 5.1) E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. O pecado precisa ser Increpado: Repreendido severamente, argüido, acusado, censurado. (Mt 18.15) Se teu irmão pecar contra ti, vai argüi-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão

V- FORTALECE AOS TEUS IRMÃOS – SALVANDO-OS

  1. Salvando do Fogo: (Jd 22,23) E compadecei-vos de alguns que estão na dúvida; salvai-os, arrebatando-os do fogo; quanto a outros, sede também compassivos em temor, detestando até a roupa contaminada pela carne. Este fogo é as labaredas do inferno mesmo. Se você adverte, o teu irmão do perigo, estas salvando o teu irmão deste fogo.
  2. Salvando da Morte: (Sl 7.12,13) Se o homem não se converter, afiará Deus a sua espada; já armou o arco, tem-no pronto; para ele preparou já instrumentos de morte, preparou suas setas inflamadas. Não entregue o teu irmão, familiar ou amigo ao livre arbitro, dizendo: o dia que Deus quiser Deus vai salvar. Responsabiliza aquele que não é convertido, que vai morrer, salva-o da morte.
  3. Salvando das Injustiças: (Sl 82.3-5) Fazei justiça ao fraco e ao órfão, procedei retamente para com o aflito e o desamparado. Socorrei o fraco e o necessitado; tirai-os das mãos dos ímpios. Eles nada sabem, nem entendem; vagueiam em trevas; vacilam todos os fundamentos da terra.
  4. Salvando dos Erros: (Tg 5.19,20) Meus irmãos, se algum entre vós se desviar da verdade, e alguém o converter, sabei que aquele que converte o pecador do seu caminho errado salvará da morte a alma dele e cobrirá multidão de pecados. Muitos ao ficar sabendo do erro de uma pessoa abandona ela e o condena. (Pr 31.26) Fala com sabedoria, e a instrução da bondade está na sua língua.