Meu primeiro contato com a Fundação Logosófica

Um colega de trabalho, certa vez, me falou sobre a importância dos ensinamentos da Logosofia para a nossa vida e a respeito da Fundação Logosófica – Instituição dedicada à cultura superior.

Fez referência aos seus objetivos e mencionou alguns temas relacionados com os aspectos transcendentes propostos por esta Ciência, tais como as Leis Universais, o processo de evolução consciente, o conhecimento de nós mesmos, a função de pensar, as deficiências psicológicas, os sistemas mental, sensível e  instintivo.

Percebendo meu interesse por esses temas, convidou-me para participar do curso de informação e preparação ministrado por ela, visando ao ingresso na Instituição.

Na época, disse-lhe não dispor de tempo para dedicar-me ao curso. Posteriormente, observando a conduta exemplar de alguns estudantes filiados a essa Instituição, e a possibilidade de superar-me com a aquisição e a prática dos ensinamentos ingressei na Fundação com o objetivo de realizar o processo de evolução consciente.

Ao tomar contato com o seu ambiente, pude sentir a diferença entre esse e os demais que conhecia. Senti que ali reinava paz e tranquilidade além de uma força denominada afeto e entre os estudantes existia uma ética superior de respeito, tolerância e liberdade.

Com o estudo e a prática dos ensinamentos, pude comprovar, em curto prazo, com muita alegria, os resultados relacionados com a superação de conceito e de conduta, realizáveis por meio do original método instituído pelo criador da Logosofia – Carlos Bernardo González Pecotche.

Fazendo, atualmente, um levantamento dos benefícios conquistados com a aplicação dos ensinamentos da Logosofia, comprovo uma melhora em todas as ordens da minha vida, principalmente na parte relacionada com os aspectos mental, moral e espiritual.

Sinval Lacerda

Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica:

www.logosofia.org.br