Não

Sou uma sombra do passado, não pode me ver,

Alma e espírito, eis minha composição, não pode me tocar,

Minha língua é oculta, ouve, porém não pode me decifrar,

Essa foi minha escolha, não ter escolha, não escolher.

Minha existência é real, mas não neste plano,

Não faça planos comigo, não planeje, não me eleja,

Elegi a vida que levo, não me leve a insano,

Da vida nada se leva, tudo é vaidade, uma vida de peleja.

Não pode estar ao meu lado, não tenho lado,

Não tomo partido, não tenho centro, não sou centrado,

Meu coração é um escudo partido, não pode te defender,

Minha armadura esta gasta, não posso mais combater.

Não insista, desista, não pergunte, não tenho resposta,

Siga teu caminho, escolha outro caminho que não o meu,

Aproveite o viço, corra a frente, faça do viver sua aposta,

Deixe quem não te segue, não sofra por quem morreu.

§D§