Nos Bastidores do que é Notícia: Tempo de Violência

ANÚNCIO

Os índices de violência têm atingido níveis alarmantes nos últimos anos em todo o mundo.
O assunto violência, notadamente aquela que acomete a população nos centros urbanos, é amplamente divulgado e debatido pelos vários setores da sociedade, mas ainda infelizmente, não tem por parte do poder público a devida atenção, visto que os investimentos realizados para o seu combate ainda estão muito aquém do necessário.
A violência nos grandes centros urbanos, muitas vezes motivada por disputas entre facções criminosas, tem o tráfico de drogas como principal instrumento que incrementa sua ocorrência. Em grandes metrópoles como Rio de Janeiro e São Paulo, onde o problema se mostra mais grave, o número de homicídios registrados tendo como motivação esta prática ilícita, assume proporções assustadoras.
Em relação às ações dirigidas ao combate à criminalidade, estas ainda estão abaixo do esperado, ou do desejável. Uma polícia mal aparelhada, por vezes mal preparada e um código penal ultrapassado, com inúmeras falhas, impossibilitam uma atuação eficiente tanto da polícia como da justiça.
O panorama da violência em nosso país é extremamente preocupante. Homicídios, violência sexual, violência contra a mulher,a criança, o idoso, estão ocorrendo em nosso meio com uma frequência cada vez maior e o que é mais grave, sem pers-
pectiva de melhora.
Então, lembrando um episódio ocorrido a algum tempo no Rio de Janeiro, o sequestro do ônibus 174, onde uma professora grávida, tomada como refém, foi morta durante a ação policial, foi digamos, o acontecimento que motivou o lançamento pelo Presidente da República do Plano Nacional de Segurança Pú-
blica, então questiono:
Onde está o Plano Nacional de Segurança Pública?
Que medidas foram tomadas para diminuir a criminalidade em nosso país?
O que vemos, diante da situação atual, é que o tal plano, se realmente foi colocado em prática, até o momento não surtiu o efeito esperado, pois os índices de violência continuam a crescer.
Acho, sinceramente, que a questão da criminalidade não será resolvida, ou amenizada, enquanto não for feita uma profunda reformulação do código penal, com medidas como redução da maioridade penal, abolição da progressão de pena para crimes graves e hediondos, além de outras medidas para agilizar e tornar mais eficiente o trabalho da justiça e um melhor preparo e aparelhamento da polícia.
A violência em nosso país, infelizmente, é um mal crônico que tem crescido a cada dia mais e vem atingindo, de forma cada vez mais grave nossa população. Mas, precisamos acreditar,ou pelo menos tentar acreditar, que num futuro próximo ela terá um combate efetivo, com redução drástica da criminalidade, para
que possamos viver então um tempo de paz.

ANÚNCIO