Nos Bastidores do que é Notícia: Terremoto no Chile, a América em alerta

Passados menos de dois meses da ocorrência do  grave terremoto no Haiti, que vitimou fatalmente mais de duzentas mil pessoas,  o contimente americano volta a ser atingido por mais um forte abalo sísmico.

Na madrugada do sábado ( 27/ 02 ), o Chile foi atingido por um terremoto que chegou a 8,8 gráus na escala Richter. Com epicentro no Oceano Pacífico, o tremor atingiu várias cidades chilenas, sendo Concepcion e Santiago as que sofreram maiores danos e maior número de vítimas.

Embora  o tremor tenha tido uma intensidade cerca de 700 vezes maior que o ocorrido no Haiti, o fato do epicentro ter ocorrido no mar e do Chile possuir melhor infraestrutura, provocou um número imensamente menor de vítimas fatais.

O maior número de vítimas foram as atingidas por ondas gigantes ( chamadas Tsunami) que se formaram em decorrência do tremor.  Mesmo assim o número de mortos poderia ser infinitamente menor, se o alerta de Tsunami tivesse sido emitido com antecedência. Não o foi, devido ao fato de a possibilidadre de sua ocorrência ter sido subestimada pelo setor respon-  sável do governo. As consequências desse descaso já conhecemos.

O povo do Chile ainda vive uma atmosfera de medo e incerteza, pois até hoje, mais de uma semana depois do forte tremor, o país continua a ser atingido por tremores de menor intensidade.

A presidente chilena michelle Bachelet, em coletiva informou que serão necessários cerca de três anos para reconstruir o país. Os países vizinhos , entre eles o Brasil, já se pronunciaram a favor de oferecer ajuda técnica e financeira para essa reconstrução.

A tragédia no Chile, a exemplo do que ocorreu no Haiti, tem dado margem a ocorrência de distúrbios de ordem social, saques ao comércio e vandalismo, praticado por pessoas que se aproveitam da situação para promover a desordem.

A ocorrência frequente de tremores de grande intensidade , coloca o continente americano em alerta , muito embora saibamos que muitos países, principalmente da América latina e Central, não possuam infraestrutura , de engenharia, econômica e social o que poderá significar prejuízos econômi-

cos e sociais inestimáveis, além da perda de centenas, milhares de vidas.

Os tremores de terra, fenômeno natural provocado por deslizamento ou deslocamento das chamadas placas tectônicas, já podem ser detectados com precisão, devido aos avanços tecnológicos Porém ainda são apenas previsíveis, devido às condições geológicas, mas não se pode dizer com certeza o momento exato de sua ocorrência.

Apesar de sabermos que felizmente as condições geológicas do território brasileiro não o coloca sob risco da ocorrência de tremores de grandes proporções, também não podemos afirmar com certeza se realmente estamos livres de sofrer algum dano.

Diante disso, só nos resta torcer para que os especialistas estejam certos e que estejamos livres de sofrer tamanha catástrofe.

Que Deus nos proteja.