O básico da boa Finança

Algumas dívidas são boas.

O Financiamento de uma casa ou da faculdade geralmente faz muito sentido. Apenas certifique-se você não pedirá mais do que você pode se dar ao luxo de pagar, e obviamente procure as instituições que oferecem as melhores taxas.

Algumas dívidas são ruins.

Não use um cartão de crédito para pagar por coisas que você consome rapidamente, como as refeições e as férias, se você não pode dar ao luxo de pagar sua fatura mensal na íntegra em um mês ou dois. Não há jeito mais rápido de se endividar. Em vez disso, coloque de lado algum dinheiro todo mês para cobrir estes pequenos itens que podem ser pagos integralmente. Se há algo que você realmente quer, mas é caro, prepare-se para salvar a quantia necessária durante um período de semanas ou meses antes de comprar, evitando assim, taxas desnecessárias na sua fatura.

Controle os gastos.

Milhares de pessoas gastam milhares de reais sem pensar muito no que estão comprando. Anote tudo que você gasta durante um mês, corte em coisas que você não precisa, e comece a economizar o dinheiro que sobra, ou usá-lo para reduzir a sua dívida mais rapidamente.

Pague dívidas de maior taxa primeiro.

A chave para sair da dívida de forma eficiente é pagar primeiro os saldos de empréstimos ou cartões de crédito que cobram mais juros, e pagar o mínimo da fatura em todas as suas outras dívidas. Uma vez que a dívida a juros mais altos esta paga, siga para o próximo valor mais alto, e assim por diante.

Espere o inesperado.

Construa uma reserva de caixa equivalente a três meses, ou até mesmo a seis meses de vida e despesas em caso de emergência. Se você não tiver um fundo de emergência, um simples carro quebrado pode perturbar seriamente as suas finanças.

Visite nosso site para mais dicas sobre como administrar suas finanças