Os 7 pecados capitais do amor: pecado n.1

Esta pequena série que preparei irá expor os 7 principais erros que as pessoas cometem no amor. Muitas pessoas buscam amar e serem amadas, algumas até buscam se informar, desenvolvem habilidades, só que acabam cometendo um pequeno deslize que põe tudo a perder.

 

Assim como o jogo dos sete erros será esta série, e após um considerável tempo onde realizei pesquisas para dar didática ao tema, será apresentado ao grande público e é mais do que provável que um alguns erros você já tenha cometido.

 

O intuito desta pequena série de 7 artigos não é virar para você e dizer “você errou”, muito pelo contrário, é desejar que você escute que “não importa o quanto você seja culpado pelo que fez ou pelo que fizeram com você, se você entender o que lhe foi ensinado você estará cada vez mais próximo da verdadeira realização na vida a dois”.

 

Antes de começar a explicar o tema central, permita-me definir o significado correto da palavra pecado.

 

Pecado é uma palavra derivada do grego que era usado na antiguidade para definir o ato dos caçadores terem mirado a sua caça e não ter acertado, e quando erravam o alvo, eles diziam pequei.

 

Com o passar dos séculos pessoas pertencentes a grupos religiosos deram uma conotação exageradamente mistificada para o termo que não tem nada haver com o significado original da palavra.

 

Portanto, esta série usará o termo no seu significado original, aquele mesmo usado pelos caçadores da magna república helênica da antiguidade, a atual Grécia, ou seja, toda vez que esta série de artigos usar a palavra pecado ela estará exprimindo o resumo do conjunto de idéias para definir a noção de se almejar alcançar um objetivo e com as atitudes não atingi-lo ou acertá-lo.

 

O primeiro pecado é ESTAR DESATENTO E IGNORAR A REALIDADE.

 

A construção da felicidade como qualquer outro intento na vida exige atenção em tempo integral, porque a vida acontece segundo a segundo, e da mesma forma que você sendo uma pessoa saudável, de bons hábitos pode falecer a qualquer momento (para morrer basta estar vivo), você sendo uma pessoa que vem batalhando pelos seus objetivos na vida afetiva, vem dia após dia investindo no seu bem estar, pode selar a sua tristeza a qualquer momento desde que você tome uma atitude errada ou de se relacionar com quem não presta ou de deixar escapar quem realmente gosta de você.

 

A desatenção foi didaticamente colocada como primeiro dos 7 pecados devido ao fato dela ser o primeiro a ser cometido no instante em que a pessoa começa a desejar ter a companhia de alguém.

 

Há coisas muito complexas para serem explicadas em um pequeno artigo, mas o que posso adiantar por hora é que algo de muito estranho acontece ao redor de uma pessoa toda vez que parece que ela vai enfim conseguir ser feliz ao lado de alguém, começa a surgir parentes recalcados, invejosos, “amigas” que estando encalhadas não suportam ter que conviver com a idéia que a amiga vai ter alguém para amar e ela não, e no fim das contas todos “fazem a cabeça” da pessoa de forma que ela desista do seu plano de ser feliz.

 

O mais surpreendente é que quando a pessoa vai “entrar em uma canoa furada”, ou seja, vai se relacionar com alguém que não a mereça, o que não falta é parente incentivando, “amigas” que estando encalhadas dão o total apoio só porque sabem que mais dia menos dia irá ver a pessoa se arrastar pelos cantos com a alma consumida pela angustia e a tristeza.

 

A segunda parte deste primeiro pecado capital no amor é ignorar a realidade.

 

Parece óbvio o que será dito, mas muitas pessoas têm dificuldade em assimilar os fatos que estão a sua volta.

 

Preliminarmente confesso que muitas leituras realizei acerca do comportamento humano, mas nenhuma me abriu tanto o horizonte quanto uma metáfora de origem hebraica que compara as pessoas às arvores e o reflexo de suas vidas a frutos, expondo que é impossível pessoas de boa índole e empenhadas em seu propósito provocar reflexos negativos em sua vida, ao passo que é igualmente impossível pessoas que só tomam atitudes erradas alcançar resultados positivos em suas vidas.

 

Ou seja, se você tem dúvidas se a pessoa que está a lhe paquerar e nas portas de ganhar seu coração vai prestar ou não, basta analisar como estão se processando os acontecimentos da vida desta pessoa.

 

Caso esta pessoa se mostre empenhada com seus objetivos e investe tempo e disposição para materializá-los, a principio pode parecer uma excelente opção, e na hipótese contrária…

 

Assim que você tiver um tempinho pare alguns minutos para enxergar as pessoas como arvores e os acontecimentos da vida delas como frutos e você ficará surpreso com que os seus olhos irão enxergar.

 

Quando você fica atento e mantém o foco na sua realização na vida a dois e presta atenção no desdobramento dos fatos a sua volta, você reduz e muito as suas chances de fracassar na vida a dois.

 

Atenciosamente

Hudson Sander

Point dos Amores

www.pointdosamores.com.br