Por Uma Perspectiva Metadisciplinar Na Educação

POR UMA PERSPECTIVA METADISCIPLINAR NA EDUCAÇÃO

Por que a escola é vista e considerada como um quadro preocupante com relação conhecimento.

O que é fragmentação do conhecimento. Qual a função do sujeito. Porque a metadisciplinariedade está inserida na esfera escolar, mas, não é tida como uma ferramenta multifuncional e sim unilateral?

Para responder todas as questões colocadas acima, envolve um pouco mais de sensibilidade quando ao assunto educação. Por que devemos ter em mente que o conhecimento é uma questão de relação entre sujeito com seus objetos. Pois cada objeto que nos cerca é necessário um tipo de conhecimento. Que pode ser o conhecimento empírico, teológico, filosófico, e tecnológico. E cada um desses conhecimentos existente na nossa sociedade, dependerá fundamentalmente do sujeito e seus olhares que o tornam mais sensível ou intelegivel com suas crenças e necessidades.

Neste conflito investigativo em que insere o conhecimento, houve a necessidade de fazer reformulações para tentar preencher os problemas que foram aparecendo, e uma da solução possível foi há divisão de fronteiras ou “fragmentação” do conhecimento.  Surgindo assim as disciplinas cientificas; “numa palavra da metadisciplinariedade”. Fazendo das disciplinas uma organização, para um trabalho mais significativo. Contudo, está divisão não deu conta dos propósitos, que o ser humano foi querendo atingir. Este modelo de ensino passou a ser ineficiente, não sendo mais capaz de resolver todas as nuanças que evolviam o conhecimento, e está fragmentação foi superada principalmente com relação à educação.

A especialização do sujeito por um lado foi muito bom, porque tornou o individuo mais especialista naquilo em que ele faz. Porém pensando nas disciplinas como um todo, isto também veio afetar.

Porque as disciplinas passaram a ser isoladas sem nenhuma relação de uma com a outra, e os conteúdos curriculares e as atividades didáticas, já não tinham os mesmos ideais de ensino com os mesmos objetivos. Onde o sistema educacional passou mais uma vez sendo questionado.  No entanto, por uma abordagem mais contemporânea, ressurge e insere-se na esfera escolar, mais um modelo de conhecimento metadisciplinariedade e suas demais modalidades distintas, como podemos observar: interdisciplinarmente, multidisciplinarmente, pluridisciplinarmente, transdisciplinarmente e metadisciplinarmente.

Hoje; com essas novas propostas sobre metadisciplinariedade e suas modalidades, vemos que o universo escolar ainda é um campo de dúvidas e incertezas, sobretudo de esquecimento, devido ao seu novo caráter inovador. Pois o novo sempre nos causou medo, porque somos espiritualizados por cultura e uma crença, onde dificilmente, aceitamos de imediato qualquer tipo de mudança.

Para mudar esse conceito dentro do âmbito escolar se faz necessário, colocar em prática a ação pedagógica em uma visão da metadisciplinariedade. E essa iniciativa parte dos sujeitos que estão envolvidos com a educação, basta aceitar a metadisciplinariedade como um sistema de ampliação do conhecimento, uma visão inovadora, eficaz, com os mesmos objetivos e propósitos. Deixar de lado a visão uniforme para uma visão mais ampla e significativa. Fazer da fragmentação do conhecimento um consórcio das disciplinas para um agrupamento eficaz e homogêneo em que traga uma inter-relaçao do conhecimento com as mesmas metas, os mesmos propositos e um paradigma idealizado por todos. Para superar as dificuldades e problemas que envolvem a esfera escolar e porque não social.

Paulo Marcelo Paulek