Posicionamento estratégico e as dificuldades de uma nova marca no mercado

Para sobreviver e se desenvolver no mercado em que atua, toda empresa deveria traçar estratégias para enfrentar a competição. As empresas devem adotar estratégias através das quais consiga se diferenciar da concorrência e possa ser identificada como uma empresa distinta, pois isso possibilita que ela conquiste vantagens competitivas em relação aos concorrentes. As vantagens competitivas podem ser obtidas nas atividades executadas pela empresa, desde o projeto do produto ou do serviço até a execução e entrega ao consumidor. O Planejamento Estratégico é um agente fundamental para a identificação dessa problemática, onde o mito de que só as grandes empresas fazem um planejamento estratégico, deve ser quebrado pelas micro e pequenas empresas, a fim de realizarem uma análise mais detalhada de seu mercado. Marca é o bem mais valioso que a empresa possui. Podemos definir marca como atributos intangíveis de um produto, por exemplo: nome, termo, símbolo, desenho, preço, história, ou uma combinação de todos esses atributos com o objetivo de identificar bens ou serviços para diferenciá-los da concorrência. As marcas ocupam um espaço fundamental na vida dos consumidores. Elas continuarão a dar sentido as suas escolhas e a criar uma identidade para ele. Vivemos em um mundo de marcas, estamos vivendo uma era onde o que predomina no mercado é o relacionamento efetivo e contínuo com o consumidor. Empresas que hoje, não se preocupam com sua marca perante o mercado, poderão enfrentar dificuldades de se relacionarem com o consumidor. Os níveis de competição no mercado consumidor têm-se alterado rapidamente. A intensa presença do cliente potencial na cena dos negócios de produtos e serviços, como variável decisiva para o sucesso ou fracasso de um empreendimento comercial, e a continua entrada de novos concorrentes, em todos os segmentos, com isso a dificuldade de introduzir novas marcas dentro do mercado competitivo, exige que administradores considerem e administrem suas marcas com uma visão muito mais ampla do que a simples consideração dos aspectos promocionais e publicitários.O Planejamento Estratégico deve ser compreendido como um processo de construção de relacionamentos em longo prazo com os consumidores e de viabilizar os objetivos da empresa. A empresa ao estabelecer sua missão e suas estratégias tem a possibilidade de mensurar o futuro de sucesso, com isso a visão da empresa pode ser compreendida e justificada dentro de seu contexto, ou seja, as ações que a empresa estabelecer hoje, pode ser um resultado eficaz dentro desse longo prazo. Podemos definir marca como atributos intangíveis de um produto, por exemplo: nome, termo, símbolo, desenho, preço, história, ou uma combinação de todos esses atributos com o objetivo de identificar bens ou serviços para diferenciá-los da concorrência.Para as empresas, a marca é a síntese da sua franquia junto ao mercado. Assim como no caso dos consumidores, a marca representa um conglomerado de fatos, sentidos, atitudes, crenças e valores que se relacionam ao conjunto de nomes e símbolos diretamente, em relação tanto as outras marcas da mesma categoria como a todas que fazem parte de seu universo mercadológico. A construção de uma marca envolve fatores e ferramentas do marketing. Estas ferramentas incluem a propaganda, a publicidade, o endomarketing, a identidade corporativa e visual, promoções e merchandaising, ações de responsabilidade social e relacionamento com a imprensa. Segundo Sampaio (2002, p. 27) tarefas de marketing, incluindo suas ferramentas de comunicação destinadas a aperfeiçoar a gestão das marcas. Com a tarefa de gerir as marcas, marketing”. Branding pode ser definido, como o conjunto dasbranding é a principal das atribuições do marketing.”

As marcas ocupam um espaço fundamental na vida dos consumidores. Elas continuarão a dar sentido as suas escolhas e a criar uma identidade para ele. No cotidiano atual em que vivemos o comércio eletrônico (e-commerce) as marcas são importantes e a cada dia vem ganhando mais importância, não só pela negociação dos produtos e serviços, mas também pela segurança, comodidade, praticidade e confiabilidade que este tipo de comércio vem alcançando. Comprar e fazer negócios exige marcas respeitadas e de qualidade reconhecida. Com isso o consumidor continuará com a filosofia de que ele é o “proprietário” da marca. Isso obriga as empresas a acompanhar e compreender os desejos de seus consumidores como os agentes ativos mais valiosos que ela possui.

A realidade de se enfrentar o mercado com disputas é difícil, é cada vez mais importante definir e sustentar uma estratégia de negócio, de marca, e de marketing. O essencial é ter uma estratégia, ou várias delas integradas, pois deixar as portas abertas não é suficiente para que uma empresa obtenha sucesso no mercado, assim como não é suficiente ter uma boa marca. A estratégia de marca equivale aos produtos e serviços das empresas, que tem que estar diretamente conectada à estratégia de marketing.