Quer tc Cmg?

Nos tempos atuais é praticamente impossível não se envolver com a modernidade, a cada dia que passa existem novas formas de expressão, comunicação e diversos tipos de meios de interagir com as pessoas.

Quem não acompanha ou não está ciente de tudo o que acontece no mundo? Só alguém que não tem um aparelho de televisão ou não conhece ninguém que tenha.

Estamos falando de um pequeno grupo que representa muito pouco dentro de tudo que acontece hoje em dia.

Em todos os ambientes hoje temos algum tipo de dispositivo eletrônico, seja ele fixo ou móvel. A cada minuto ou até mesmo segundos alguém está acessando a maior rede virtual do mundo, a internet.

Os “jovens” de hoje, reinventaram o vocabulário virtual, através de siglas e palavras reduzidas a uma sílaba, todos se comunicam facilmente uns com os outros. Até aqueles que não tem tanta familiaridade com máquinas e equipamentos eletrônicos conseguem ser “descolados”, como dizem os navegadores da internet.

O que é preciso hoje para se conectar a grande rede? Apenas ter acesso a algum equipamento que se conecte com o mundo virtual, pois até mesmo quem nunca utilizou pode ao menos tentar, pois é tão fácil navegar que está cada vez menor o padrão de idade dos usuários.

Isso pode trazer problemas? Sim, pois a rede nunca foi tão utilizada por todos como o aumento da insegurança na navegação. Mas isso é algo que não preocupa os usuários, e sim os responsáveis pelos mesmos.

Na internet o usuário pode ser quem ele quiser, pode ser outra pessoa, mudar de sexo, mudar sua personalidade, ser alguém que ele nunca será, mas na internet tudo é possível e quase sempre não é proibido.

Devemos chamar atenção para algo que nunca foi o centro das atenções, estamos criando uma nova era, um novo grupo ou pequenos discípulos do analfabetismo, que não conseguem escrever ao menos uma frase completa, que utilizam expressões que em situações da sua vida, como um emprego são fatores indispensáveis para sua contratação. Ou estamos nos preocupando a toa, quem sabe as empresas estão se preparando para receber esses jovens que dizem:

  • Q TC CMG?
  • Meu PC ta F…

Então devemos achar normal eles chegarem à entrevista diante do entrevistador preencher as ficha com siglas e expressões que no máximo apresentem duas palavras ou até mesmo uma sílaba.

Devemos nos preocupar? Ou tentar aprender algo que parece totalmente sem a menor dúvida um abismo sem volta.

Eis um dilema que se fosse tomado com tanta euforia e entusiasmo com que as pessoas utilizam os meios que tem a sua disposição, teríamos um outro problema, como mudar algo que não queremos que seja mudado.