Querido Playstation 2

O mundo do entretenimento virtual certamente mudou na última década. Iniciando-se em grande escala no Brasil através do saudoso Atari e Game Gear, passamos pelo Super Nintendo, Mega Drive, Playstation One, Dreamscast, Nintendo 64, Xbox e por fim chegamos aos de última geração como o Wii, Xbox 360 e Playstation 3.

Enquanto antigamente os jogos eram lineares e praticamente sem fim, reunindo familiares e amigos na frente da telinha para jogar clássicos como pitfall, Enduro e Duck Hunt (quem não adorava atirar nos patinhos da tela para ajudar nosso amigo cãozinho), hoje os amantes de consoles se vêem discutindo qualidade gráfica, sons, jogabilidade, comunidade online, atualizações, frames por segundo na tela e mais outros inacabáveis detalhes técnicos.

Mas antes de chegar nesse ponto se você é um amante de video games deve ter jogado em sua casa, ou na casa de um conhecido algum console da Sony. Seja o Playstation One com sua quantidade inácreditável de cem milhões de consoles vendidos no mundo e com sua gama gigantesca de jogos ou com seu sucessor mais bem sucedido ainda, o Playstation 2, que vendeu cerca de 50 milhões a mais que seu irmão mais velho. De longe o “play 2” como é carinhosamente chamado por nós brasileiros foi o videogame com maior sucesso no mundo do entretenimento digital, onde jogos como Gran Turismo 4, GTA San Andreas e Final Fantasy XII conseguiam mais arrecadação em vendas do que grandes produções hollywoodianas conseguiam em bilheterias. Hoje e por alguns bons anos será um console com muita vida útil e diversão, somando ao lançamento de sua versão slim, conhecido como “ps 2”.