Reduza o Consumo de Plástico

Os diferentes tipos de plásticos como sacolas e garrafas de água demoram anos, que podem ser contados em séculos, em descompor-se em um depósito de lixo. Além disso, seu uso cria uma dependência permanente do petróleo que no melhor dos casos é um problema e no pior dos casos é um completo desastre.

Ainda que atualmente não se pode eliminar completamente o consumo dos plásticos, é interessante a pesquisa e a educação ambiental, seja na forma de monografias e pesquisas, seja em modelos de aplicabilidade prática para o consumo consciente.

Desta feita, pode-se examinar algumas maneiras que possuem aplicabilidade real para reduzir o consumo e o uso de produtos plásticos e vasilhames. Alguns destes conselhos são de sentido comum simples e que resgatam a importância da reciclagem, mas está claro que tudo depende de onde se vive e se no local existe uma consciência mais ou menos bem fundamentada nesta questão

Dados:

  • Entre 500 bilhões a 1 trilhão de sacolas plásticas são utilizadas a cada ano.
  • Aproximadamente 3 milhões de toneladas de plástico são destinadas para fazer as garrafas de água comum. Ao redor de 80% delas terminam nos depósitos de lixo. Estes dados foram coletados em um artigo científico publicado na Nature de outubro de 2010

Redução do uso das sacolas plásticas:

  • Comece pela reutilização das sacolas que tem atualmente. Use-as para o revestimento das cestas, vasos, armazenamento, etc…
  • Compre sacolas reutilizáveis ou sacolas de tecido. Elas têm bem mais espaço e utilidade. Guarde algumas delas no porta-malas de seu veículo para maior comodidade ou onde as tenha facilmente à mão.
  • Quando você esqueça sua sacola reutilizável, pergunte pela possibilidade de se usar sacolas de papel ou mesmo caixas de papelão, já que existem alguns papéis que podem ser reciclados, ademais este elemento se descompõe bem mais rápido.
  • Utilize unicamente sacolas de plástico quando seja realmente necessário. Você não precisa de uma sacola de plástico para armazenar duas cebolas.
  • Trate de encontrar sacolas de lixo biodegradáveis se estão disponíveis em sua área.

Redução do uso de vasilhames, garrafas e outros:

  • Ao fazer um pedido para levar, utilize seus próprios utensílios de plástico ou use os utensílios que já tem em casa.
  • Peça a seu tintureiro ou à lavanderia não envolver a roupa limpa em plástico
  • Não compre água mineral em garrafões plásticos, salvo se forem retornáveis. As garrafas de plástico de água são outra grande fonte de lixo. Utilize seus próprios recipientes de aço reutilizáveis cheio de água pura. Também existem botijões, jarras e restantes elementos para verter a água em casa sem necessidade da utilização de plástico.
  • Deixe de usar produtos de plástico que só podem ser usados uma única vez, tais envoltórios de sanduíche. Procure alternativas reutilizáveis.
  • Seja uma voz perante seus varejistas, mercados, açougues e atendentes locais e solicite que lhe forneçam mais produtos com menos plásticos utilizados na embalagem.

Há muitos plásticos em nossa casa que na atualidade têm muito poucas ou nenhuma alternativa de ser eliminados. Basta olhar o televisor, o telefone, o liquidificador ou os equipamentos de som.

Se podemos mudar nossos hábitos e nossa consciência, pouco a pouco, e tomar o controle das coisas que podemos fazer, depois, gradualmente, teremos uma mudança positiva acerca de como vivemos nossas vidas e assim melhoraremos nosso estilo de vida para um que não ofenda a casa que habitamos.

Da mesma forma, é essencial o movimento de educação ambiental, tema de monografias que estamos orientando neste momento.

Pode parecer inútil recusar uma sacola plástica no supermercado, mas multiplicado ao longo de milhões de pessoas, pode mudar toda uma indústria durante uma única noite.