Sitcoms: conhecimento e diversão nas aulas de Inglês.

Sitcoms: conhecimento e diversão nas aulas de Inglês.

Roberto Rodrigues Campos.

Universidade do Estado da Bahia – UNEB/ BA.

RESUMO: Dentre os vários componentes considerados importantes para a aprendizagem de línguas estrangeiras, pode-se destacar, por exemplo, as competências gramatical, comunicativa e lingüística. Todavia, tanto os estudiosos quanto os leigos consideram a competência cultural – o conhecimento das convenções, costumes, crenças e sistemas de significado de um determinado país – indiscutivelmente essencial para o aprendizado de línguas estrangeiras, e muitos professores têm tido como objetivo incorporá-la no currículo escolar. Em tese, há uma preocupação quanto à contribuição e integração do ensino da cultura nas aulas de inglês, uma vez que o aprendizado da língua inglesa não equivale apenas a produzir um discurso sob estruturas sintáticas ou estudar isoladamente vocabulário e expressões, mas, principalmente, a incorporar alguns elementos culturais, que estão interligados com a própria língua. Trabalhar com vídeos em sala de aula pode ser considerado um dos métodos mais eficazes no ensino de Inglês como Língua Estrangeira, tanto para jovens quanto para adultos. Tendo em vista que sitcoms norte-americanas são materiais culturais autênticos capazes de oferecer aos professores de inglês e seus alunos uma aproximação à realidade estadunidense, este artigo resume meu relatório de Estagio Supervisionado II, no qual procurei abordar o comportamento e a cultura de falantes nativos de Inglês, bem como trabalhar a habilidade do listening, de maneira natural, divertida e eficaz, através da apresentação de episódios variados de sitcoms norte-americanas famosas por meio de um televisor e reprodutor de DVD, justificando-se, assim, pela necessidade de promover possíveis mudanças no ensino de língua inglesa, por ter me proporcionado novas dimensões e caminhos para que o processo de aprendizagem do meu aluno inclua questões culturais e não apenas gramaticais e/ou estruturais.

PALAVRAS-CHAVE: Sitcoms, Cultura, Americanos.