Thomas Alva Edison considerado incapaz…

Thomas Edison, sua professora devolveu à mãe por considerá-lo inapto para o aprendizado, depois de mais de duas mil experiências frustantes inventou a lâmpada elétrica, certa vez um jornalista perguntou a ele: Como ele se sentia tendo fracassado tantas vezes? A sua resposta foi ” Eu nunca fracassei, inventei a lâmpada! Só “que para chegar lá, foi preciso “uma caminhada de dois mil passos”. No dia de sua morte com objetivo homenageá-lo desligaram todas as luzes por algum tempo, mostrando como seria o mundo sem ele.

Querer é um hábito que só leva a ele mesmo.” by doutorfé

Poucos são os que enxergam o fracasso e os erros como uma forma de aprendizado que fortalece e prepara pessoas para novos desafios. São muitas as histórias de pessoas notáveis que só conseguiram obter sucesso depois de fracassarem por varias vezes.

Walt Disney, foi despedido pelo editor de um jornal por falta de ideias, depois montou uma série de negócios e faliu diversas vezes antes de fundar a Walt Disney Corporation.

Henry Ford, faliu cinco vezes antes de construir uma das mais bem-sucedidas fabricas de automóveis do mundo.

Fred Astaire, o famoso ator que encantou as telas do cinema dançando e fez mais de 40 filmes, ao fazer seu primeiro teste para o cinema, recebeu a resposta de que não sabia atuar. Era careca, e ainda dançava pouco. Em 1950 ganhou um Oscar honorário e em 1970 em Prêmio UNICRIT, concedido no Festival de Berlim em reconhecimento à sua contribuição ao gênero musical.

Beethoven ficou totalmente surdo aos quarenta e seis anos de idade. Apesar disso continuou compondo, e algumas de suas melhores obras, inclusive cinco sinfonias, foram escritas durante seus últimos anos de vida.

Davi, todos que o rodeavam, inclusive Saul e seu irmão Eliabe não acreditavam ser possível que Davi derrotasse o gigante Golias, na verdade, nem mesmo o gigante acreditava.

Abraão, começou a andar com Deus aos setenta e cinco anos de idade e estava com cem anos quando recebeu em seus braços o filho da promessa. Quando a maior parte das pessoas já haviam “pendurado as chuteiras”, Abraão estava apenas começando uma gloriosa caminhada com Deus.

Moisés, estava com oitenta anos de idade quando foi chamado por Deus para a maior missão de sua vida, libertar o povo de Israel do cativeiro do Egito.

Calebe, aos oitenta e cinco anos de idade, estava ainda cheio de vigor e sonhos, entusiasmado com os planos para tomar a cidade de Hebrom e conquistar novos horizontes em sua vida.

Todos as pessoas que venceram depois de alguns tropeços confessaram, mais tarde, que alcançaram o sucesso graças ao que apreenderam com os erros, falências e concordatas anteriores.

Na verdade, os maiores desafios de nossas vidas não ficaram para trás, eles estão a bem a nossa frente. Ainda temos muito a conquistar independente dos erros, problemas, falhas, idade… Ainda há muito a ser conquistado, basta apenas crer, em você, mas principalmente em Deus que nos capacita.

Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra. (II Timóteo 3: 17)