Torço pelo Touro

Sempre que vi alguma reportagem sobre touradas, torci pelo touro. O que fazem com o animal é o maior símbolo de idiotice dos humanos. Humilhar o touro em condições desiguais é mais bestial do que a própria tourada. Pouco tempo atrás, na Espanha, houve uma tourada para angariar fundos contra a violência em países que estão em guerra! Depois nós, humanos, que somos animais racionais. Ver uma tourada é ver uma verdadeira aula de tortura que daria inveja ao Dr. Josef Mengele, no seu tempo de nazista.

Por que fazemos isso com os touros e com os outros animais?

Para mim, há mais “cavalidade” no cavalo, “cachorridade” no cachorro do que humanidade no humano. Não nos contentamos em matar os animais, de forma rápida, para nos alimentar. Queremos subjugar, humilhar e judiar dos animais, como eu disse, em condições desiguais. Imagine se não existisse nenhuma arma ou coisa que pudesse usar como arma para matar qualquer animal. Imagine se o ser humano tivesse que utilizar apenas suas mãos, pés e o corpo para poder mostrar sua soberania junto aos animais. Quem estaria no topo da cadeira alimentar? Nós? Claro que não! Existem na natureza, centenas de animais mais fortes do que nós e que estariam em condições mais favoráveis.

Essa “vontade” de subjugar é um fator doentio nos humanos. Adoramos ir em “Pesque e Solte” para fisgar o peixe, brincar com ele, cansá-lo e depois soltá-lo como se estivesse fazendo um bem para a natureza. Pior é que existem alguns ambientalistas, ou coisa que o valha, que acham que isso é bom. Ou seja, pego o peixe, subjugo e depois com ar de clemência eu o solto. Ridículo.

Houve um tempo em que o homem respeitava os animais, e todo o entorno, como seres da mesma estatura. Esse tempo de simbiose foi esquecido em função da distorção da relação do homem com a natureza. Nossa única chance de sobrevivência no planeta é a volta do senso de simbiose. Entendendo simbiose como a relação mutuamente vantajosa entre dois ou mais organismos vivos de espécies diferentes. Sabemos fazer isso, pois nossos ancestrais mais remotos o fizeram e estamos hoje aqui em função disso. Voltar a praticar a simbiose é uma questão de consciência e atitude.

Enquanto isso não ocorre, vou torcer sempre para os animais em todos os “esportes” em que são subjugados.

Xiko Acis

Filósofo & Consultor

www.xikoacis.com.br
Verão/2010.