Quando leilão de imóveis não dá certo

Hoje você vai saber mais sobre as vezes que leilões de imóveis não dão certo. Algumas pessoas quando perguntadas porque acham isso, geralmente as principais respostas são

“Porque eu arrematei um imóvel e depois descobri que ele tinha X reais em dívidas de condomínio e eu tive que arcar”

“Depois da arrematação um dos credores entrou com embargos à arrematação e eu fiquei 2 anos com o imóvel e meu dinheiro parados para conseguir desembaraçar”

Ou ainda a melhor de todos:

“Comprei um lote achando que não teria maiores problemas, mas depois eu descobri que tinha uma casa lá e estava ocupada.”

Bom, o que eu posso dizer é que 90% do sucesso da sua arrematação acontece antes do leilão de imóveis.

Não é aconselhavel a nenhum novato, marinheiro de primeira viagem, chegar no primeiro leilão e arrematar o imóvel só porque viu que ele está saindo bem mais barato que o seu valor de mercado.

Isso porque pra fazer uma arrematação existe toda uma preparação antes do leilão. Há uma série de informações que é importante você levantar para saber exatamente o que você está comprando no leilão.

Uma delas, por exemplo, é quanto de dívida de condomínio o imóvel tem, porque é você que arca com esse tipo de ônus geralmente. Você levanta essa dívida antes do leilão e se o imóvel tem 10 mil de dívidas, por exemplo, você já diminui esse valor do lance que daria por ele.

Outra coisa que é sempre importante para quem quer arrematar, é checar o processo de execução dos leilões de imóveis, para ver se ele foi feito corretamente. Vendo isso, você pode estimar se vai demorar pro imóvel desembaraçar ou não. E se for demorar, você pesa, de acordo com a sua estratégias, se vale a pena arrematar e o quanto isso vai interferir no lance que você está disposto a dar.

E muito importante, por mais que no edital do leilão de imóveis tenha a descrição do imóvel, sempre visite o imóvel antes para saber exatamente o que você está comprando. É impossível imaginar porque alguém arremataria um imóvel sem nunca ter sequer visto o imóvel antes.

Portanto, se você se prepara e procura as informações importantes antes do leilão você não necessariamente garante que 100% das coisas darão certo, mas diminui enormemente os riscos de ter algum imprevisto depois da sua arrematação.

Você precisa saber exatamente o que está comprando antes de pagar por isso.

Para realmente pagar pelo menos 40% abaixo do valor do imóvel no mercado, prepare-se antes da arrematação.

Bons negócios!