Perdôa-nos, Juliana!!!

Fato verídico, Perdôa-nos Juliana descreve o infortúnio de uma inocente criança, morta aos 4 anos de idade devido comprovada negligência médica em um hospital público de Petrópolis/RJ.