CNH Social – veja como tirar carteira de motorista de graça

Pouquíssimas pessoas sabem, mas muita gente tem direito à tirar a carteira de motorista de graça sem precisar pagar nem mesmo as aulas práticas ou a prova. O CNH Social é um programa que beneficia milhares de pessoas em todo o país.

O programa existe há mais de 7 anos e é muito bem avaliado nos estados em que está em vigor. A ideia é dar às pessoas em situações vulneráveis a chance de ter a carteira de motorista em mãos, que pode ser usada, inclusive, para trabalhos e atuações profissionais.

CNH Social – veja como tirar carteira de motorista de graça

O que é o CNH Social

O programa também chamado de CNH Popular nasceu com o intuito de dar à milhares de pessoas a chance de tirar a carteira de motorista sem precisar arcar com os altos custos que esse processo tem: desde as aulas até a prova final – ou reprova!

Hoje, o programa também vale para quem quer mudar de categoria ou adicionar uma nova categoria na carteira de motorista. O fato é que o programa existe desde 2011 e já beneficiou muita gente considerando que é totalmente gratuito.

Todos os anos o calendário do CNH Social é aberto com base nas informações que os Detrans de cada cidade possuem e também conforme divulgação do SEST/SENAT, que é quem orienta os alunos e interessados durante as aulas práticas e teóricas.

Quem pode ter a carteira de motorista de graça?

Para receber esse benefício que é muito visado em todo o país, o interessado deve seguir algumas regras, sendo que a primeira delas tem a ver com o salário: apenas quem receber até 2 salários mínimos de renda bruta familiar pode solicitar a entrada no programa.

Outra coisa para o cadastro no CNH Social é ter mais de 18 anos completos e saber ler/escrever. O programa também se divide entre vários itens, sendo que quem está nessa situação tem mais pontuação.

Por exemplo: estar desempregado há mais de 1 ano, ser beneficiário de programas como o Bolsa Família, ser estudante da rede pública de ensino, etc.

Cadastro no CNH Social

Sabendo dos requisitos, o candidato que quer fazer o cadastro no CNH Social deve considerar que nem todo estado participa do programa. Assim, os estados participantes são: Pernambuco, Espírito Santo, Paraíba, Minas Gerais, Maranhão, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Quem está em um desses estados e tem o interesse no programa deve ir até o Detran da cidade ou entrar na plataforma digital desse órgão. Considerando que o SEST/SENAT, que é um dos idealizadores do projeto, também recebe as inscrições.

Para fazer a inscrição no CNH Social é preciso seguir a recomendação esses órgãos, considerando que após o cadastro todos os dados serão averiguados e avaliados para confirmação das informações e combinação com os requisitos.

A divulgação acontece por conta do SEST/SENAT e após chamada, o interessado deverá ir até o local indicado portando seus documentos pessoais, tais quais o CPF, o RG e comprovante de residência, além da certidão de casamento, se existir.