Dr. Daniel Benitti realiza cirurgia inédita no Continente Americano

Procedimento aconteceu no hospital do Coração de Campinas e teve como platéia personalidades da cirurgia vascular

Na quarta-feira (6), no Hospital do Coração, em Campinas, foi realizada a primeira cirurgia de aneurisma cerebral do Brasil e da América Latina que utiliza um novo tipo de endoprótese. A vantagem deste novo material é não precisar ser feito sob medida, pois já apresenta tamanhos diversos que se adéquam a cada paciente, além de permitir uma abordagem menos invasiva e um menor tempo de internação e recuperação.

Muitas vezes o aneurisma não apresenta nenhum sintoma, prova disso é que a maior parte de seus diagnósticos se dá em consultas médicas não relacionadas ou durante exames de ultrassom e tomografia. No entanto, algumas pessoas podem sentir pulsação no abdômen ou apresentar dor súbita na parte inferior das costas.

A cirurgia de aneurisma só deve ser realizada quando há risco de rotura da aorta. Uma de suas maiores complicações se estabelece quando o aneurisma acomete a região torácica e abdominal, pois são as áreas que irrigam os órgãos.

Até então eram realizados dois procedimentos: a cirurgia aberta, na qual é feita uma grande incisão no paciente e interrompida a circulação do corpo para a substituição da aorta por uma prótese; e a confecção de uma endoprótese que, por ser feita sob medida, é de alto custo e pode demorar até dois meses para ser finalizada; podendo, por conseqüência, atrasar o tratamento do paciente.

A nova endoprótese que foi usada na cirurgia é confeccionada em multi camadas nas três dimensões, o que direciona o fluxo dentro da aorta e despressuriza o aneurisma, impedindo que ocorra a rotura. O fato de ser ajustar ao tamanho do paciente possibilita que a cirurgia seja menos invasiva, de fácil acesso e recuperação.

Para acompanhar o andamento deste primeiro procedimento feito na América, estavam presentes o vice-presidente do Hospital Albert Einstein, o CEO da empresa Cardiats, que fabrica a endoprótese, e o Dr. Edward Dietrich, um dos nomes mais importantes do mundo no que diz respeito à cirurgia vascular e fundador do Arizona Heart Institute.

Sabendo mais sobre aneurisma

O aneurisma é a dilatação da maior artéria do corpo humano, a aorta, que é responsável por distribuir o sangue para todo o corpo. Essa condição se dá através do enfraquecimento de suas paredes que têm a função de lidar com a pressão e o alto fluxo de sangue em seu interior.

Curiosidade

Se esta tecnologia já estivesse disponível há tempos, Albert Einstein não teria falecido por uma rotura de um aneurisma da aorta.

Para mais detalhes sobre a cirurgia e os procedimentos entre em contato com a assessoria de imprensa:

Átila de Lisi Benevides

atiladb@gmail.com

Bruna Macedo

bruna.agenciabrazil@gmail.com

Frederico Chigança

fredericochiganca@gmail.com

Agência Brazil Comunicação

11 3227 5578/3227 2179

www.agenciabrazil.com