Escravo da Corrupção

ANÚNCIO

O escravo da corrupção não perde a oportunidade de levar algum tipo de v antagem, normalmente habita nas casas de leis e atende como político. Reclama dos atrasos dos võos nos aeroportos, sem ao menos se dar conta que o trabalhador de verdade é vítima de atrasos constantes nos transportes coletivos populares, também conhecido literalmente como lotação. Aprovam aumentos vultuosos para sua classe e se nega a votar aumento de salário mínimo e quando o faz apenas corrige pelo indice da inflação causada pelos seus autos salários. É ilusão fingir uma democracia que não existe, e inventar uma democracia indireta onde o povo é representado pelos políticos é o mesmo que não ter nenhuma representação popular. Os familiares de políticos estudam em boas escolas, graças aos impostos pagos pelo contribuinte. O político possuem bons planos de saúde e todo tipo de auxílio cara de pau, enquanto o povo dorme numa fila de hospital sem a certeza de ser atendido. Os braços políticos da corrupção espalham seus familiares nos gabinetes de seus comparsas, com bons salários, enquanto o menos favorecido disputa sua vaga com milhares de outros candidatos. O jovem se empenha nos cursos preparatórios para prestar concurso, muitas vezes com cartas marcadas, enquanto o político normalmente não possui nenhuma qualificação profissional na área social, também, qual deles se importa com a sociedade? Uma democracia ou é direta ou é nula em consequência das maqnobras de controle governamental. O povo financia o governo por toda vida através dos impostos e o governo muitas vezes engaveta projetos de financiamento para algum beneficiamento popular. As assembléias ainda aprovam verbas para seus parasitas montarem escritórios em seus domicílios eleitorais, tudo isso mantido com verbas públicas, mas se esses caras comparecem nos plenários poucas horas por dia, poucos dias no mês, com será que eles pretendem arrumar tempo para trabalhar também em outro local? O gesto terrorista de esmagar com a máquina pública a chance de sobreviver de uma família pobre transforma os governantes em verdadeiros genocídas, que matam milhares de cidadãos por falta de assistência igualitária, mas parece que os cidadãos comuns são apenas dados estatísticos que só aparecem nas fichas para preencher cadastros. Do auto de sua impunidade, o deputado DEPUTA do  filho da nação,com suas manobras políticas corporativistas. Do lado de cá o povo espera ser representado, e por quem?

ANÚNCIO