Google Chrome e a otimização de sites

O browser do Google, conhecido como Google Chrome, conquistou o mercado de navegadores, no mês de julho de 2012. De acordo com o levantamento da StatCounter, empresa independente que faz monitoramento de internet, o Google Chrome está com uma fatia de 33,8% do mercado mundial. O Google Chrome está com 1,8% à frente do navegador Internet Explorer, que tem 32,4%.

Desde maio que o Google Chrome já tinha conquistado a primeira posição no ranking de navegadores mais usados mundialmente e já ultrapassava o navegador da Microsoft, Internet Explorer, em 0,11%.

Segundo o CEO da StatCounter, Aodhan Cullen, em 2008 quando a empresa começou seu projeto, o Internet Explorer dominava o mercado. Apesar de a disputa estar bem acirrada entre Google Chrome, Internet Explorer e o Firefox (em terceiro lugar na pesquisa, com 23,7%), o segundo navegador do ranking continua como o mais usado no Reino Unido e nos Estados Unidos.

O Safari ocupa a quarta posição com 7,1% no ranking, seguido pelo Opera que está com 1,7% do mercado. A pesquisa feita pela StatCounter é realizada mensalmente e atualizada desde 2008.

Em junho, a empresa Google já apresentava, por meio do Google Brasil Blog, a informação que o Chrome havia passado de 160 para 310 milhões de usuários ativos no mundo. Outra informação relevante é que o Gmail, lançado em 2004, evoluiu tanto que é utilizado por mais de 420 milhões de pessoas.

Dentre outras ferramentas que o Google disponibiliza para seus usuários existem algumas que são bem eficientes para quem trabalha com SEO (Search Engine Optimization) e profissionais que desenvolvem sites, como: o Google Analytics e o Google Trends.

Com o Google Analytics é possível acompanhar a visitação e estatísticas de um site. A ferramenta é gratuita e com ela pode-se verificar a quantidade de visitas por dia ou as palavras-chaves que são relacionadas ao site que você deseja trabalhar. Já no Google Trends podem-se comparar visitas de sites diferentes e também escolher um intervalo de datas e a região que deseja fazer a pesquisa.

O Google está sempre reinventando suas tecnologias e suas regras, por isso quem deseja fazer otimização de site tem que prestar atenção nessas mudanças para aproveitar essas tecnologias em benefício do site que está desenvolvendo.

Fonte: IDG – Tecnologia em primeiro lugar e Google Brasil Blog.