Papel dos Guias de Turismo no Desenvolvimento

O guia de turismo é a pessoa responsável por mostrar aos visitantes um lugar, é o responsável por conduzir os turistas em uma viagem, o que resolve qualquer problema que se faça presente, é quem tem conhecimento dos lugares turísticos para explicar aos visitantes e muitas outras atribuições, já que as supracitadas não são conclusivas.

Os profissionais do Turismo são contratados para ajudar as pessoas a navegar por regiões desconhecidas, e para fazer viagens especiais, sendo que um bom profissional é aquele capaz de oferecer oportunidades de que os turistas conheçam regiões, ou experimentem sensações que de outra forma não seriam capazes de vivenciar.

Além de obrigatória presença, o guia de turismo deve ser também registrado na Embratur, sendo que este também pode ser útil porque tais pessoas devem estar muito bem informadas, e podem proporcionar dados que ajudam os turistas a interpretar e compreender os lugares que visitam.

Nas universidades, os alunos graduandos, assim como de muitos outros cursos, também deverão elaborar uma monografia ou um TCC. É normal que a temática de tais pesquisas reside em um relatório de viagens, o que classificaria a pesquisa como um relatório de estágio, em que há a descrição do local, ou então um projeto de implementação de programas de ampliação da capacidade turística da localidade.

Por exemplo, um grupo de pessoas que querem ir de excursão para a floresta amazônica ou o pantanal matogrossense poderia contratar um guia que estaria com eles o tempo todo. Existem guias de turismo locais que trabalham em museus ou locais similares. As dicas de viagem podem levar os visitantes aos lugares religiosos, casarões, jardins, ou outros lugares de interesse, adaptando o percurso para os visitantes.

A Europa é um dos continentes mais visitados pelos estrangeiros, sendo que as dicas de viagem para que seus visitantes possam conhecê-lo, incluem instruções para viajar a Roma, por exemplo, com todos os dados que os turistas devem conhecer, rotas de acesso, como chegar de trem a Roma, informação cultural, entre outros; ademais como uma ponte com outros países europeus, as dicas de viagem explicam como chegar a outras cidades, qual é a distância entre Paris e Roma; assim os visitantes terão um guia completo de viagem.

Quanto ao nosso país, também existe uma forte demanda por profissionais deste ramo, sendo que os temas de monografias mais presentes reside no estudo das capacidades de recepção turística, assim como estudos sobre a motivação dos turistas para optar por viajar para a localidade de estudo.

As visitas guiadas com grupos podem variar em custo, vão desde percursos gratuitos em muitas cidades do mundo proporcionados pelas organizações de serviço público até as viagens organizadas bem mais caras. Também é possível contratar um guia privado que trabalhe com uma pessoa ou um grupo para desenvolver um tour personalizado, que tende a ser mais caro, obviamente, porque inclui atendimento personalizado e detalhado.

Dentro da variabilidade de possibilidades para os alunos recém-formados, existe a demanda de ser capaz de se expressar em outros idiomas, já que o turismo internacional é muito forte em nosso país e é neste ramo que o guia de turismo costuma receber os maiores salários. Além de ter conhecimentos de idiomas, os agentes de turismo também devem ter excelentes habilidades interpessoais e a capacidade de trabalhar sem descanso para seu grupo.