A Pornografia na internet

A Putaria é um tema muito controverso e visto de vários ângulos por pessoas que defendem e condenam sua disseminação. A pornografia é conhecida de muito tempo pelos homens e uma das atividades mais longínquas existentes. Assim como diz o ditado que rege que a prostituição é a profissão mais antiga e conhecida do mundo.

Em diversos países a pornografia é tratada como crime e proibida por lei sua disseminação e utilização. No entanto, a internet não conhece limites territoriais e não se deixa impor medidas isoladas de determinado país, afinal qualquer pessoa de qualquer país pode acessar um site estrangeiro e utilizar seu conteúdo. Porém, o que se consegue afirmar em muitos países que proíbem a pornografia é que a proibição tem forte cunho político, não se limitando a imparcialidade de bem comum da sociedade. Países como a China, onde o regime comunista é muito severo e diversos outros países do oriente médio não permitem nenhum tipo de disseminação de conteúdo pornográfico. Isso até parece uma contradição, quando analisamos que o público chinês consome muito pornografia se comparado a outros países.

No Brasil a pornografia anda a passos largos e com recordes de faturamento anualmente, mesmo analisando o perfil do público brasileiro, que em geral consome pornografia gratuíta.

Com isso podemos claramente notar que medidas para bloquear ou inibir o uso de uma informação via internet é sempre em vão, ainda mais se tratando de pornografia, onde as mais diversas culturas a vê de formas diferentes, mas todas a utilizam a sua forma.