O Evangelho de Cristo é o Farol da Vida

E não de uma vida natural, de uma vida qualquer, mas da vida espiritual, celestial e eterna.

Portanto, se não cremos na mensagem do evangelho, permanecemos mortos espiritualmente, em delitos e em pecados.

E qual é a razão disto?

Simplesmente porque o único modo de se achar a vida eterna é crendo na verdade e justiça reveladas no evangelho.

Obviamente, no único e verdadeiro evangelho.

Se cremos em algo diferente, permanecemos perdidos.

Deus só pode ter a sua justiça satisfeita, que exige de nós plena conformidade à sua santidade, quando reconhecemos que sem Cristo, sem a sua justiça, estamos mortos em espírito, e não podemos de nenhum modo, estarmos unidos a Deus em espírito.

Deus somente poderia sentenciar a nossa culpa, e executar a sentença condenatória que repousa sobre nós, transferindo a nossa culpa para o próprio Cristo, e descarregando sobre ele toda a sua ira contra o pecado, em sua morte na cruz.

É crendo na verdade de que aquela morte foi a minha própria morte, que era eu quem estava sendo castigado em Cristo pelo meu pecado, que a minha culpa pode ser removida, e assim, ser declarado perdoado e justificado por Deus.

E isto é totalmente por graça e por fé.

Tentemos lhe acrescentar algo, como até mesmo as minhas boas obras, para que seja salvo por elas, e com isto anulo os méritos de Cristo, a sua morte na cruz, a minha própria morte com ele, e assim, permaneço perdido e sob a condenação da Lei.

Porque há somente um modo de ser livrado da justa condenação da lei de Deus, que é o de morrer para ela, sendo considerado como morto juntamente com Cristo em sua morte substitutiva.

Este é o evangelho no qual devermos crer.

É o único farol que nos indica com segurança o caminho da salvação e da vida eterna.

É a única luz verdadeira apontando para a direção correta, entre tantas luzes foscas e enganosas.

É o único farol que pode conduzir o barco da minha vida em segurança para o céu, em meio às densas trevas da ignorância e da maldade deste mundo.

E por que isto?

Porque é somente pelo poder operante da graça viva do evangelho, que é segundo a eficácia de nosso Senhor Jesus Cristo, que podemos atender à demanda da justiça divina, que sejamos santos assim como Ele é Santo.

Não há portanto, santificação real e eficaz, sem a qual ninguém verá a Deus, fora da fé no verdadeiro evangelho, porque é por ele, e somente por ele, que podemos ser verdadeiramente santificados.

E o evangelho é graça, a qual é poder.

A Lei, que veio por Moisés, é simplesmente norma, mas a graça do evangelho, que veio por Jesus Cristo, é poder. Poder transformador, poder vivificador, poder espiritual que dá vida ao nosso espírito.

Por isso se diz que é pela justificação pela graça, mediante a fé, que temos paz com Deus, ou seja, somos reconciliados com Ele, e é posto um fim na inimizade que havia na carne contra Ele, porque somos transformados em Seus filhos e amigos, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.

E se diz também que sem fé é impossível agradar a Deus. E ainda, que tudo é possível a quem tem fé.

Fé no evangelho, fé na palavra do evangelho, que é fé em Jesus Cristo.

Aleluia! Glórias ao Senhor, para sempre e sempre!