Quem é você? Um gato ou um rato?

Quem é você?

“Se você é um rato como pode querer ser gato.”

Uma das principais bençãos que Deus nos deu foi o dom, todos nós temos pelo menos um. É complicado pensar que alguém possa ser próspero e feliz fazendo algo diferente do seu dom natural, como pode alguém que não consegue ver sangue exercer a função de médico, essa pessoa nunca será um bom médico. Imagine alguém fazendo algo que não têm a mínima aptidão para o negócio, como poderá ser feliz exercendo-a sem sentir prazer ao executá-la, jamais conseguirá exercê-la corretamente e muito menos tirar qualquer proveito dela.

Quando uma pessoa faz o que gosta se sente bem ao executá-la e faz com amor, na maioria das vezes faz sem se preocupar com tempo ou quanto dinheiro vai ganhar, é feliz ao exercê-la e com isso acabam sem grandes esforços prosperando muito.

“5 Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo, 6 não servindo somente à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus, 7 servindo de boa vontade como ao Senhor, e não como aos homens. 8 Sabendo que cada um, seja escravo, seja livre, receberá do Senhor todo bem que fizer. 9 E vós, senhores, fazei o mesmo para com eles, deixando as ameaças, sabendo que o Senhor tanto deles como vosso está no céu, e que para com ele não há acepção de pessoas.” (Efésios 6: 5 á 9)

Uma dica importante para prosperar é usar o seu dom, tudo o que existe nesse planeta e fora dele têm uma função, uma finalidade específica. Tudo possui uma serventia, um liquidificador, uma televisão, uma árvore, um alimento, o mar, a terra, o ar, o farol de transito, a empresa que você trabalha, o pastor da sua igreja e também eu e você. A única coisa que precisamos para ser feliz é descobrir qual é a nossa real serventia nesse mundo.

“Deus capacita em tudo seus escolhidos.”

“1 Depois falou o SENHOR a Moisés, dizendo: 2 Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, 3 E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor, 4 Para elaborar projetos, e trabalhar em ouro, em prata, e em cobre,5 E em lapidar pedras para engastar, e em entalhes de madeira, para trabalhar em todo o lavor. 6 E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, o filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todos aqueles que são hábeis, para que façam tudo o que te tenho ordenado.” (Êxodo 31: 2 á 6)

Se o que você faz não lhe agrada comece a pensar o que pode ser feito para mudar, tudo tornará mais fácil e agradável quando fazemos algo que amamos.

Para mim um dos maiores problemas das pessoas nos tempos de hoje é exercer funções que não as fazem felizes e completas, toda a carga negativa gerada ao exercê-la é transferida para a família ou são transformadas em doenças como stress, coração, hipertensão, depressão e divórcios.

Procure achar seu dom e viva em sintonia com ele. Peça a Deus que mostre e lhe ajude a encontrar a melhor forma de exercê-lo e pare de andar na contra-mão da sua vida. Lembre-se que a sabedoria é o principio básico para a prosperidade.

“A sabedoria oferece proteção, como o faz o dinheiro, mas a vantagem do conhecimento é esta: a sabedoria preserva a vida de quem a possui.” (Eclesiastes 7: 12)

A coisa mais importante que deve ser feito para aumentar sua capacidade de receber a prosperidade é ter sabedoria. Não há como ser próspero sem buscar entendimento das coisas e de seu funcionamento. A sabedoria faz com que você faça o que deve fazer e principalmente deixar de fazer o que não deve em relação a tudo na vida.

“Pobreza e afronta sobrevêm ao que rejeita a instrução, mas o que guarda a repreensão será honrado.” (Provérbios 13: 18)

Ser sábio antes de tudo é saber ouvir a Deus, porem de nada servirá se você não executar o que aprende, devemos colocar em pratica imediatamente o que Ele nos ensina, temos de deixar de ser teimosos e desobedientes e passarmos a ser apenas seus filhos obedientes.

Sabe porque vemos os milagres acontecerem mais com as pessoas simples? É simplesmente porque as pessoas mais simples estão acostumadas a obedecer regras e isso as ajudam aceitarem mais facilmente as regras divinas sem questioná-las. Oposto dos chamados “sábios” que questionam tudo, questionam, pensam, questionam de novo, será que é assim mesmo, ou não? O tempo passa e continuam questionando e se perguntando o porque disso ou daquilo. Onde têm “?” (interrogação) existe dúvida e onde há dúvida inexiste a fé.

“19 E foram ter com ele sua mãe e seus irmãos, e não podiam aproximar-se dele, por causa da multidão. 20 E foi-lhe dito: Estão lá fora tua mãe e teus irmãos, que querem ver-te. 21 Mas, respondendo ele, disse-lhes: Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a executam.”(Lucas 8: 19 á 21) [ênfase adicionada]

Se você quer realmente prosperar tem que agir e executar imediatamente os mandos de Deus, se a sua decisão for em ficar questionando e não começar a executá-las, pode dar adeus a sua prosperidade.

Seja sábio! Se Deus disser para você parar de roubar, então pare. Se Ele disser para parar de adulterar, então pare. Se Ele disser para você parar de fofocar, então pare. Se Ele disser para você parar de fazer qualquer coisa pare. Mas se Ele disser para você fazer algo, seja sábio e faça imediatamente. Execute tudo sem questioná-lo; apenas execute. A obediência é o principio da sabedoria.

Pense comigo: Se Eva não tivesse parado para questionar o que o sabotador disse a ela em relação ao fruto da árvore proibida, mas ao contrario tivesse apenas obedecido o que Deus ordenou, sem questioná-Lo, possivelmente todos nós hoje estaríamos numa boa conversando de outra coisa.

“A dona Sabedoria e a dona Prosperidade são amiguinhas íntimas, elas trabalham juntas; assim sendo, não há como ser próspero sem ter sabedoria.”

Oposto do que muitos pensam a sabedoria não é algo complicado e complexo, na verdade é muito mais simples e acessível do que imaginamos, afinal estamos falando de sabedoria, sendo assim, não poderia ser complicada. Quando pensamos em alguém sábio logo imaginamos grandes homens e mulheres que se destacam ou se destacaram na sociedade, pessoas ricas e famosas, pura ilusão, essa sabedoria só serve para nos colocar em situações difíceis e muitas vezes quase sem saída, a verdadeira sabedoria é divina e para acessá-la basta estarmos de “ouvidos bem abertos” para “sentir” o que Deus nos fala. Devemos parar para “sentir” os nossos “sentimentos”.

“E guiarei os cegos por um caminho que não conhecem; fá-los- ei caminhar por veredas que não têm conhecido; tornarei as trevas em luz perante eles, e aplanados os caminhos escabrosos. Estas coisas lhes farei; e não os desampararei.”

(Isaías 42: 16)

O segredo para ouvir a Deus está mais para o tempo que se tira para estar junto Dele do que qualquer outra coisa, por isso é fundamental que tenhamos algum tempo diário disponível para conversarmos as sós com Ele, nesses momentos devemos procurar mais ouvir do que falar. Esse “ouvir” não é um ouvir audivelmente com nossos ouvidos como estamos acostumados é na verdade mais um “sentir”. Deus fala conosco através dos sentimentos é por isso que muitas vezes “pensamos uma coisa” e “sentimos outra”, normalmente você pensa que deve fazer algo mas sente que não deveria fazê-lo, queremos ir por um caminho mas sentimos que não devemos ir por ele; esse “sentimento” de “não fazer” ou “de fazer” é Deus mostrando Sua opinião a respeito do assunto em questão.

Em nosso corre-corre diário são tantas as atribulações que nos jogamos que esquecemos de parar por alguns segundos para “sentir o que Deus deseja” de nós. O sentimento é algo que não vemos com os olhos, não ouvimos com os ouvidos e não conseguimos tocar com nossas mãos e por isso deixamos o sentimento em segundo plano como se ele não existisse ou como se não tivesse valor algum.

Ultimamente tenho usado uma técnica que tem dado bons resultados, tento ficar atento, ligado aos meus sentimentos o tempo todo e quando “sinto” algo após uma ligação ou em qualquer outro acontecimento paro por alguns minutos e procuro “sentir” o que deveria fazer sobre aquele assunto, incrível são os resultados quando tomo essa atitude parece que vou explodir de tanta sabedoria, sinto que essa sabedoria não vêm de mim, tenho a consciência que não seria capaz de tanto. Se não dermos ouvidos aos sentimentos a nossa reação extintiva será de executar o vêm em nossa cabeça que na maioria das vezes não é a melhor opção. Via de regra trata-se de uma influência externa advinda do sabotador. Lembre-se que a nossa visão é limitada o oposto da visão de Deus que é ampla e ilimitada.

Se pararmos para observar veremos que muitas das nossas correrias diárias ficam por conta de ações erradas que cometemos diariamente e esses erros nos faz ficar o tempo todo correndo atrás do vento apagando um incêndio após outro. Se tivéssemos parado algum tempo antes de decidir para sentir a opinião de Deus provavelmente não teríamos que apagar tantos incêndios assim.

Fomos fabricados por Deus e como todo bom “produto” há um manual que nos ensina a usá-lo corretamente, é assim que vejo a bíblia um manual de uso, se usarmos corretamente o “produto” de acordo com o que o manual nos ensina estaremos usando corretamente e com isso tiraremos do “produto” todo o seu potencial. Para mim a terra em que vivemos nada mais é do que a seção de “Inspeção de Qualidade” da fábrica de Deus onde os produtos bons são escolhidos e seguem para o depósito para depois seguir seus propósitos, os que têm pequenos defeitos voltam para serem arrumados, e aqueles que não tiverem conserto não servem para nada e serão jogados fora ou incinerados. Entendeu a correlação? “inferno = incinerado”.