A humanidade decresce e se acaba

A humanidade decresce e se acaba

O mundo cresce,
A humanidade se percebe
O direito de amar decresce.

O mundo cresce,
A humanidade não renasce
A consciência não consiste
existe apenas um disfarce.

O mundo cresce,
A humanidade se esconde
É um véu da cor do sangue
O coração ás vezes sangra.

O mundo cresce,
A humanidade já é amarga
O sofrimento só aumenta
A vida do homem se entristece.

O mundo cresce,
A humanidade se amedronta
E a dissimulação, a ela alimenta.

O mundo cresce,
A humanidade é fraca
Ela possui máscaras em excesso
Não há respeito na forma dela.

O mundo cresce,
A humanidade conquistaria a paz
Essa guerra só se faz, quando se quer
O livre arbítrio é usado de forma
qualquer.

O mundo cresce,
A humanidade não faz nada
A não ser viver na comodidade
Lutar legal é um debate e rebate.

O mundo cresce,
A humanidade envelhece
E continua carente de afeto
É o que eu observo.

O mundo cresce,
A humanidade tenta ser esperta
A descoberta é limitada
Deus nos mostra a dor no tempo
Certo.

O mundo cresce,
A humanidade é hipócrita
O homem não assume
A covardia é um montante.

O mundo cresce,
A humanidade perde tempo
Pensa que é errado
E acaba sofrendo.

O mundo cresce,
A humanidade não se ama
O amor inexiste
Dinheiro não faz Happy.

O mundo cresce,
A humanidade não se reúne
Discutir a questão, não acontece
A vida é diminuta.

O mundo continua crescendo
A humanidade insiste em destruir,
Gradualmente, a vida acaba de existir. (by VITOR PAULO, IN 30 DE JULHO DE 2009).