Ajude a um pedinte sem dar dinheiro

Nada contra aqueles que ajudam pessoas que sobem nos ônibus coletivos para pedir dinheiro. Mas parei para observar que muitos mentem, alguns já se acostumaram com o “dinheiro fácil” e outros simplesmente se acomodaram e já não procuram trabalho mais.

O que pensei foi o seguinte: Nós trabalhamos diariamente por um período de 8 horas (alguns mais, outros menos), fora esse tempo ainda temos que enfrentar ônibus lotados e trânsito caótico, para ganhar R$: 622;00 ( novamente alguns mais , outros menos). Dessa “enorme” quantia que é recebida ainda temos que pagar por: transporte, alimentação, moradia, saúde, educação, lazer, segurança e etc. vale lembrar que embora esteja assegurado pela constituição federal que o salário mínimo deve garantir tudo isso aos brasileiros, nem sempre o dinheiro chega a suprir metade do que é explicitado.

E em meio a tudo isso nos deparamos diariamente com homens, mulheres e até crianças subindo nos coletivos para pedir dinheiro. o salário suado de um mês inteiro de esforço é “generosamente” pedido em forma de doação. Eles são culpados? Não. E quem são os culpados ? Simples: nós, a Sociedade.

A obrigação do Estado é assegurar o bem estar dos seus. é por isso que pagamos inúmeros impostos em tudo o que consumimos.  Se falta alimentação e moradia para os habitantes das ruas, cabe ao estado dar abrigo, Alimento e assistência a estes. Como nós podemos ajudar a eles sem dar dinheiro? No dia das eleições pense bem antes de votar ,pois; é o seu voto e não o seu dinheiro que pode tirar as pessoas da situação de miséria e dar a eles uma vida melhor.