Como estudar para concursos?

Uma das carreiras mais seguras no Brasil é a pública. Para ser servidor público é preciso fazer concurso, ser aprovado e convocado para vaga. Um servidor concursado tem estabilidade profissional, ou seja, não é demitido (só em casos de problemas muito sérios para serem exonerados).

A carreira pública tem outra vantagem: é bem paga. Embora muitas pessoas reclamem e digam que não, os salários são bons sim, tudo vai depender da área. Os professores em geral não são bem pagos, mas os salários do setor judiciário são excelentes.

Se você se interessou em tentar, o primeiro passo é ver quais os concursos abertos. Depois de decidir quais interessam, leia com atenção o edital de cada um e veja se você se preenche os requisitos. Só depois disso procure qual o conteúdo programático para estudar.

Se você tem dificuldades em alguns conteúdos, então não comece a estudar tentando resolver provas. Primeiro procure livros para aprender os conceitos exigidos. Agora então já com uma boa base, procure provas anteriores do mesmo concurso ou de concursos similares para treinar.

Evite se inscrever em vários cursos ao mesmo tempo, pois isso atrapalha os estudos, dividindo a atenção entre várias áreas. Se for se inscrever em vários, que sejam de áreas semelhantes já que assim o seu estudo de determinado conteúdo poderá ser útil para mais de um concurso.

Não se esqueça de se preparar também psicologicamente, então faça simulados em casa com tempo contado e na véspera da prova se alimente e durma bem. Não estude nada de última hora, no máximo repasse alguma coisa, mas aprender não será mais possível.

Essas são dicas básicas para se organizar nos estudos para concursos. Já foram anunciados concursos 2011: Tribunal Regional Eleitoral (ES), Tribunal Regional do Trabalho (MT), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq (Brasil), INSS, Caixa Econômica, entre outros.