Férias: como manter a saúde alimentar?

Qual criança não gosta de férias? Viajar, brincar, ver TV, jogar videogame… Essa mudança de rotina pode se estender também para a alimentação. E é justamente com essa parte que os pais devem ficar atentos!

Durante as férias, a criançada tem forte tendência de esquecer todas as “regrinhas” em um piscar de olhos. Saem “beliscando” tudo que encontram na geladeira ou no armário (na maioria das vezes, alimentos nada saudáveis, como bolachas, refrigerantes e bala).

Claro que um sorvete ali e um docinho aqui não vão fazer mal para os seus filhos. O problema é o exagero! Abusar das guloseimas pode se tornar um hábito difícil de ser quebrado mesmo depois do retorno às aulas. Por isso, separamos algumas dicas para que eles consigam aproveitar as férias sem deixar a saúde de lado.

Embora os horários possam ser mais flexíveis nessa época, é importante manter todas as refeições. A principal delas é o café da manhã, que garante energia para o seu pequeno aproveitar todo o dia. Mas caso ele acorde muito próximo ao horário do almoço, uma fruta ou um iogurte vão bem. É indicado que as crianças almocem em torno das 12h30, e jantem até as 20h.

Além disso, é importante que elas comam várias vezes ao dia e em poucas quantidades, mas sempre dando preferência para frutas, verduras e legumes. É essencial também que seu filho saiba se controlar e diferenciar a fome da gula. E nada de extrapolar quando estiver na casa da vovó!

As “bobeiras” – como chocolates, doces, refrigerantes… – devem ser consumidas em equilíbrio. Os pais devem ser rígidos na hora das compras, não adquirindo grandes quantidades de quitutes e dando mais espaço para os alimentos saudáveis.

 Além disso, se já houver uma viagem programada, aproveite para fazer seus filhos experimentarem novos sabores: as comidas diferentes podem proporcionar novas experiências e novos hábitos!

Você ainda pode seguir essas dicas e ser um exemplo para o seu pequeno. Assim as férias ficam garantidas, e a saúde da família também!